1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Brasil tem a seleção mais cara da história do futebol

Análise de agência alemã de notícias revela que o valor total de mercado dos 23 jogadores da seleção brasileira gira em torno de 410 milhões de euros.

default

Juntos, os 23 jogadores da seleção valem mais de 400 milhões de euros

Nunca, na história do futebol, jogadores de uma seleção nacional valeram tanto. "Hoje em dia, os jogadores brasileiros nascem para o mercado europeu", afirmou o "filósofo do futebol", e ex-capitão da seleção, Sócrates, numa entrevista concedida ao semanário alemão Der Spiegel.

Aproximadamente cinco mil jogadores da terra do samba jogam no exterior e, de acordo com dados da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), mais de 300 deixaram o país no último ano para atuarem em clubes da Europa, Estados Unidos e Ásia, informa a agências de notícias DPA.

Para os sete milhões de jogadores que permanecem no maior país da América do Sul, Ronaldinho, Ronaldo e companhia simbolizam uma carreira que nenhuma pessoa pode imaginar, nem num sonho mais fantástico. Os atletas não são somente estrelas do futebol, mas também ícones de marketing e fonte de lucro dos clubes.

Somente o multimilinário Roman Abramowitsch é capaz de mudar a realidade atual, se continuar com seu objetivo de reunir no FC Chelsea, da Inglaterra, o elenco mais caro de jogadores.

Caro quadrado mágico

Ainda segundo a reportagem sobre o valor de mercado dos brasileiros publicada pela DPA, Ronaldo de Assis Moreira, o Ronaldinho, é o mais caro da história do futebol, com um passe avaliado em 47 milhões de euros. Seus companheiros de seleção, como Ronaldo, Adriano, Robinho e Kaká também custam caro.

Fußball, WM 2006, Kaka

Kaká não sai por menos de 35 milhões de euros

Kaká, autor do gol da estréia da seleção contra a Croácia, tem contrato com o Milan até 2010 e seu passe gira em torno de 35 milhões de euros.

O atacante Ronaldo, do Real Madrid, não é negociado por menos de 30 milhões de euros. O craque recebeu uma proposta de contrato por dez anos do clube Red Bull, de Nova York, no valor de 94 milhões de euros, e a rejeitou. "Eu tenho no momento um compromisso com o Real Madrid, e agora eu penso somente na Copa do Mundo", declarou Ronaldo.

Eleito o melhor jogador da Copa das Confederações, em 2005, na Alemanha, Adriano está na mesma categoria de Ronaldo. O atacante tem contrato com a Inter de Milão até 2010. Já o talentoso Robinho deixou o Santos e se mudou para o Real Madrid, sendo vendido por 24,8 milhões de euros.

Leia mais