1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Brasil será o primeiro do grupo, diz técnico croata

Zlatko Kranjcar diz que sua seleção leva vantagem numa disputa pelo segundo lugar com Japão e Austrália e que não será apenas coadjuvante no jogo de estréia contra os brasileiros.

default

Kranjcar diz que é uma honra jogar contra os brasileiros numa Copa do Mundo

O técnico da seleção da Croácia, Zlatko Kranjcar, disse em entrevista à Deutsche Welle que o Brasil pode esperar uma equipe ofensiva no jogo de estréia das duas seleções na Copa do Mundo.

"O Brasil pode esperar uma Croácia motivada. Nós vamos tentar jogar de igual para igual, com o mesmo estilo do Brasil: um futebol atraente, com idéias e criatividade. Se vai funcionar, vamos ver, mas com certeza vamos tentar jogar de igual para igual e não de forma defensiva, esperando ter sorte e conseguir um ponto."

Fã do Brasil

Ainda assim, Kranjcar afirmou que mesmo uma derrota é aceitável. "Se nós pontuarmos, será uma motivação para o próximo jogo. O favorito é o Brasil. Nós vamos jogar futebol e nos preparar para os jogos contra Japão e Austrália."

Kranjcar, que se declarou fã do futebol brasileiro, disse ser uma honra jogar contra a seleção brasileira numa Copa do Mundo. "O Brasil é pentacampeão mundial e tem um grupo ótimo. É o favorito para ser campeão."

Adversários

Fußball, Eduardo De Silva

Eduardo da Silva (d): a escola brasileira entre os croatas

Para o técnico croata, o Brasil ficará com o primeiro lugar do grupo e as outras três seleções disputarão o segundo lugar. Ele avaliou que a Croácia leva vantagem sobre Japão e Austrália. "Nós temos uma equipe boa e homogênea e talentos individuais. Nossos jogadores atuam em times conhecidos da Europa."

Afirmou ainda que a fase de classificação trouxe motivação para a sua equipe. A Croácia estava no mesmo grupo que Suécia, Bulgária, Hungria, Islândia e Malta. "Nós chegamos em primeiro sem perder um jogo. Isso é uma motivação para nós e me faz acreditar que temos mais chances de chegar à próxima fase do que Japão e Austrália."

Eduardo da Silva

Kranjcar fez ainda muitos elogios ao jogador brasileiro naturalizado croata Eduardo da Silva, que atua na seleção. "Ele está na minha lista. É realmente um jogador muito talentoso. Eu conto com ele e espero que ele e os outros que estarão pela primeira vez na Copa mostrem a sua qualidade e ajudem a Croácia."

Eduardo, 23 anos, foi revelado em 1998 num torneio de favelas no Rio de Janeiro organizado pela CBF. Para Kranjcar, os croatas tiveram muita sorte em levar o jovem brasileiro para o seu país quando o garoto tinha apenas 15 anos. "Ele foi para o Dínamo de Zagreb e evoluiu lá. Hoje é realmente um ótimo jogador. Nele se percebe mesmo a escola brasileira. Eu fico muito feliz de tê-lo conosco."

Leia mais