Brasil empata sem gols com Portugal e fica em primeiro no grupo | Fique informado sobre tudo o que acontece na Copa do Mundo | DW | 25.06.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Brasil empata sem gols com Portugal e fica em primeiro no grupo

Brasil termina o "Grupo da Morte" na primeira posição, com sete pontos. Com cinco, Portugal leva a segunda vaga para as oitavas de final. Jogo não empolgou os torcedores, mas serviu aos objetivos das duas seleções.

default

Disputa entre Tiago, Gilberto Silva e Felipe Melo ilustra a rispidez do jogo

Brasil e Portugal não saíram do 0 a 0 nesta sexta-feira (25/06) no Estádio Moses Mabhida, em Durban. Com o resultado, as duas equipes saíram classificadas do Grupo G – o chamado "Grupo da Morte". O Brasil terminou com a primeira posição, com sete pontos, e Portugal ficou em segundo, com cinco. Na outra partida da última rodada, a Costa do Marfim venceu a Coreia do Norte por 3 a 0. Os africanos terminaram com quatro pontos e os asiáticos, sem pontos.

Dunga fez três alterações em relação ao time que venceu a Costa do Marfim. Júlio Baptista entrou no lugar de Kaká, que estava suspenso. Também no meio-campo, Daniel Alves ficou com a posição de Elano, que sentia dores no tornozelo. Já a saída de Robinho foi uma opção do treinador, que preferiu dar uma chance a Nilmar no ataque. Por Portugal, Deco não teve condições de jogo e Tiago permaneceu no time titular.

Primeiro tempo violento

Ninguém teve mais trabalho durante todo o primeiro tempo que o árbitro mexicano Benito Archundia. O estilo de jogo acelerado das duas equipes se mostrou ser também um futebol de muito contato físico, por muitas vezes violento. Ao longo da etapa inicial, foram mostrados sete cartões amarelo – quatro para os jogadores de Portugal e três para os do Brasil. Dunga até tirou de campo Felipe Melo, com medo de que ele fosse expulso – Josué entrou no seu lugar.

Os dois times têm jogadores que chutam bem de fora da área e apostaram neste recurso. Neste quesito, Daniel Alves foi quem mais levou perigo ao gol português. Do outro lado, Tiago era a principal ameaça.

Mas o Brasil também tinha outra opção importante. Pela direita, Maicon era capaz de criar jogadas interessantes. Aos 29min, ele colocou uma bola na medida para Nilmar, que apareceu na segunda trave, por trás da defesa, e bateu de primeira. No reflexo, Eduardo conseguiu uma grande defesa e a bola ainda tocou a trave.

Brasilien Portugal WM Weltmeisterschaft Fußball Flash-Galerie

Maicon criou as melhores chances do Brasil no primeiro tempo

Aos 38min, Maicon cruzou pelo alto e Luís Fabiano cabeceou com consciência, mas errou por pouco e a bola passou rente à trave. Foi a última boa chance da primeira etapa, que terminou com o placar de 0 a 0 – bom para os dois times.

Segundo tempo entediante

No segundo tempo, foi Portugal quem começou tendo as melhores oportunidades, sempre com a velocidade de Cristiano Ronaldo. Aos 2min, ele recebeu um lançamento pela esquerda, que só não se tornou um cruzamento perigoso porque Lúcio interveio a tempo.

Aos 14min, Cristiano Ronaldo puxou um contra-ataque em jogada individual, encarando a defesa brasileira. Lúcio conseguiu desarmá-lo já dentro da área, mas a bola sobrou para Raul Meireles de frente para o gol. Portugal só não abriu o placar porque o goleiro Júlio César saiu muito bem e desviou a bola para escanteio.

Portugal Brasilien WM Weltmeisterschaft NO-FLASH

Cristiano Ronaldo tentava, sozinho, levar Portugal ao ataque

A partir daí, porém, o ímpeto ofensivo português diminuiu. O Brasil, por sua vez, exigiu apenas uma boa defesa de Eduardo em toda a etapa final – num chute de fora da área de Ramires, já nos acréscimos.

A última meia hora de jogo conduziu tediosamente ao empate que serviria aos objetivos dos dois lados. Nem mesmo os cartões, tão bem distribuídos no primeiro tempo, voltaram a aparecer, resultado da apatia das equipes.

PORTUGAL 0 X 0 BRASIL

Portugal

1 Eduardo – 21 Ricardo Costa, 6 Ricardo Carvalho, 2 Bruno Alves, 23 Fábio Coentrão – 16 Raul Meireles (14 Miguel Veloso), 15 Pepe (8 Pedro Mendes), 19 Tiago – 10 Danny, 5 Duda (11 Simão) – 7 Cristiano Ronaldo,.

Técnico: Carlos Queiroz

Brasil

1 Júlio César – 2 Maicon, 3 Lúcio, 4 Juan, 6 Michel Bastos – 8 Gilberto Silva, 5 Felipe Melo (17 Josué), 13 Daniel Alves, 19 Júlio Baptista (18 Ramires) – 21 Nilmar, 9 Luís Fabiano (23 Grafite)

Técnico: Dunga

Local: Estádio Moses Mabhida, em Durban

Árbitro: Benito Archundia (México)

Cartões amarelos: Luís Fabiano, Juan, Felipe Melo (B), Duda, Tiago, Pepe, Fábio Coentrão (P)

Autor: Tadeu Meniconi

Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais