1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Brasil em Oberhausen

A partir desta quinta-feira (1/5), tem início em Oberhausen o já tradicional festival de curtas. Este ano, participam 360 filmes de 37 países, inclusive o Brasil.

default

Cena de "À Margem da Imagem", do diretor brasileiro Evaldo Mocarzel

Considerada a meca dos filmes curta-metragem, o Festival Internacional de Oberhausen é um evento obrigatório para os que curtem, fazem e produzem este tipo de arte cada vez mais distante da mídia moderna. Isso não significa, entretanto, que os curtas estejam fadados ao desaparecimento.

"Na verdade estamos rodeados por filmes do gênero", revelou Sabine Niewalda, porta-voz do festival, em entrevista à DW-World. Cada comercial de TV, por exemplo, é um tipo de curta. Oberhausen reúne os mais diversos estilos e linguagens, desde os clássicos até os experimentais, passando pela produção para o público infanto-juvenil e incluindo os vídeos-clips. A única condição é que sejam realmente de curta duração.

Internacionalidade

Este ano, 4895 filmes de 76 países chegaram às mãos dos organizadores, que priorizaram a diversidade e a participação de curtas oriundos de nações onde o mercado cinematográfico é mais restrito. "O contato pessoal e a busca direta por bons filmes, especialmente em países pouco conhecidos por suas produções, foi algo importante para nós", frisou Niewalda.

O esforço valeu a pena. Dos 360 curtas escolhidos, 70 concorrem na categoria internacional, que reúne filmes oriundos de países como a República Tcheca, Cazaquistão, Burkina Fasso, Hong Kong, Albânia, Tailândia, Hungria, Cingapura, Peru e México.

Participação brasileira

O Brasil participa do festival de Oberhausen com a versão curta-metragem de À Margem da Imagem, do diretor Evaldo Mocarzel, realizado em 2002. Trata-se de um documentário de 15 minutos sobre moradores de rua da capital paulista, com depoimentos que se misturam à retratação de um cotidiano presente – e discriminado – nos centros urbanos. A versão mais longa de À Margem da Imagem é de 50 minutos e já arrebatou diversos prêmios no Brasil, além de ser um sucesso de público e crítica.

Programa amplo

O festival de Oberhausen é bem mais do que um mero concurso dividido em quatro categorias: internacional, alemã, infanto-juvenil e vídeo-clip. O evento engloba uma vasta programação paralela, com exibição de curtas, festas e realização de debates. No dia da abertura, acontece, por exemplo, um pódio de discussão sobre o papel da mídia durante a guerra no Iraque.

Grandes estrelas do mundo cinematográfico, como os diretores Martin Scorsese, Georg Lucas e Roman Polanski, começaram suas carreiras participando do festival de Oberhausen, que está em sua 49ª edição. "A maioria começa com os curtas", concorda Niewalda, lembrando que, em 1968, enquanto Georg Lucas levou o prêmio de melhor filme experimental com a ficção "THX-1138:4eb", Scorsese, que concorreu com "The Big Schave", saiu de mãos abanando.

O Festival Internacional de Filmes Curta-Metragem de Oberhausen tem início na quinta (1/5) e prossegue até o dia 6 de maio.

Leia mais

Links externos