Brasil e Portugal decidem liderança no ″Grupo da Morte″ | Fique informado sobre tudo o que acontece na Copa do Mundo | DW | 24.06.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Brasil e Portugal decidem liderança no "Grupo da Morte"

O Brasil já está matematicamente classificado. Portugal só pode ser eliminado por uma difícil combinação de resultados. O que está em jogo não é a vaga nas oitavas, mas o título de melhor time do "Grupo da Morte".

default

Luís Fabiano fez dois contra a Costa do Marfim

O Brasil já está classificado para as oitavas de final da Copa do Mundo. Portugal, matematicamente, ainda não, mas virtualmente sim. Mesmo assim, as duas seleções têm motivação para fazerem uma boa partida nesta sexta-feira (25/06) no Estádio Moses Mabhida, em Durban.

Depois de duas rodadas, o Brasil tem 6 pontos, Portugal 4, Costa do Marfim 1 e Coreia do Norte 0. Em caso de derrota portuguesa e vitória marfinense, as duas seleções se igualam em pontos, mas a vantagem lusitana no saldo de gols é muito grande: 7 positivos contra 2 negativos.

Por isto, o real objetivo das duas equipes é terminar na primeira posição do grupo. Não que isto vá ter muita influência nos cruzamentos futuros, difíceis de serem previstos, mas pelo moral de sair vencedor naquele que foi considerado o "Grupo da Morte".

WM100615 Brasilien Nordkorea

Para Lúcio (e), todo jogo é decisão

"Quando nós entramos em campo, buscamos a vitória. Não há como escolher rivais numa Copa do Mundo", avisou Lúcio, o capitão da seleção brasileira.

"Na partida final, nosso destino está em nossas mãos. Nós vamos para o jogo contra o Brasil com a intenção de vencer e terminar no topo do nosso grupo", concordou o meia português Tiago.

Rivalidade

Como atração, o jogo tem craques como o português Cristiano Ronaldo e o brasileiro Luís Fabiano. Além, é claro, da rivalidade sadia entre os dois países. "É uma partida especial. Vamos jogar contra um grande time que acima de tudo tem jogadores muito bons. Vamos enfrentar nossos irmãos do outro lado do Atlântico", reconheceu Tiago.

"Eu tento sempre fazer o meu melhor, quem quer que esteja do outro lado. Mas é claro que jogar contra um time forte que tem grandes jogadores nos dá mais motivação e alegria, porque nós sabemos que vai ser um bom jogo", disse Lúcio.

O único confronto entre as duas seleções na história das Copas do Mundo foi em 1966. A vitória portuguesa por 3 a 1 eliminou o Brasil daquela competição. Mas é um jogo bem mais recente que mexe com a cabeça dos atletas antes da partida. Num amistoso em novembro de 2008, o Brasil venceu por 6 a 2.

Portugal Nordkorea WM Fußball Weltmeisterschaft Ronaldo

Cristiano Ronaldo é uma das atrações da partida

"Nós nunca nos esqueceremos da derrota em Brasília. Mas não será nenhuma vingança porque isto não existe no futebol. Nós queremos vencer para podermos esquecer aquela partida", contou Tiago.

"Nós não queremos que os brasileiros façam gols em nós desta vez. É uma questão de honra", disse o técnico português Carlos Queiroz. Mas há também uma questão prática aí: "Não podemos dar à Costa do Marfim a chance de deixar a disputa ir para o saldo de gols", preveniu-se o treinador.

Desfalques

Para este jogo, o Brasil tem o desfalque de seu principal jogador: Kaká cumpre suspensão automática pela expulsão contra a Costa do Marfim. Em seu lugar, podem entrar Júlio Baptista ou Nilmar – neste caso, Robinho seria deslocado para o meio-campo. Elano também é dúvida. O meia sofreu uma pancada forte na última partida e, embora não haja lesão, ele ainda sente dores. Ramires e Daniel Alves são possíveis substitutos.

Do lado português, o meia Deco – nascido e criado no Brasil – é quem tenta se recuperar de uma lesão a tempo de jogar. De toda forma, a posição está bem ocupada, pois seu substituto, Tiago, marcou dois na goleada por 7 a 0 sobre a Costa do Marfim.

TM/dpa/afp

Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais