1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Jogos Olímpicos

Brasil conquista mais duas medalhas de bronze

No vôlei de praia, Juliana e Larissa garantiram um lugar no pódio ao derrotar as chinesas Zhang e Xue por 2 sets a 1. No boxe, Adriana Araújo conquistou a medalha inédita, na categoria até 60 kg.

A dupla brasileira do vôlei de praia não alcançou o desejado ouro, mas nem por isso desistiu da disputa. Após a derrota nas semifinais para as americanas Kerry e Ross, Larissa e Juliana mostraram que haveria um lugar para as duas no pódio.

Em uma partida difícil contra as chinesas Zhang e Xue, as meninas do Brasil levaram a melhor e garantiram mais um bronze, por 2 sets a 1 de virada.

As brasileiras começaram mal e tiveram muitas dificuldades no ataque. Isso permitiu que a dupla chinesa abrisse uma larga vantagem, fechando o primeiro set em 21 a 11.

O segundo set foi acirrado. Larissa e Juliana estavam mais concentradas, trabalhando os saques e bloqueios. O set chegou aos 19 pontos de empate, mas com uma sequência de duas jogadas, Juliana abriu a vantagem e fechou o placar para as brasileiras: 21 a 19.

Empolgadas com a vitória, as brasileiras começaram o terceiro set mantendo a tranquilidade, até fecharem o placar por 15 a 12.

Adriana Araujo

Apesar da medalha, Adriana Araujo disse que não vai participar das Olimpíadas do Rio em 2016

Medalha inédita no boxe

Foi a primeira medalha brasileira no boxe feminino. Para além deste feito, o bronze de Adriana Araújo quebrou um jejum de 44 anos sem medalhas no boxe. A última foi também um bronze de Servílio de Oliveira, nos Jogos Olímpicos da Cidade do México, em 1968.

Apesar do boxe feminino ter estreado apenas este ano nas Olimpíadas de Londres, Adriana Araújo declarou que não disputará as Olimpíadas do Rio, em 2016. "Estou muito feliz com o que tenho conseguido, mas não competirei no Rio. Eu vou seguir para o profissional", disse a brasileira em entrevista à agência alemã dpa. Os atletas profissionais não podem competir nos Jogos Olímpicos, pois no torneio de boxe só podem são admitidos pugilistas amadores.

Adriana Araújo, de 30 anos, havia ficado em quinto lugar na Copa do Mundo da China e nos Jogos Pan-americanos de Guadalajara 2011.

O Brasil encerrou esta quarta-feira (08/08) em 23º lugar no quadro geral, com 10 medalhas, sendo duas de ouro, uma de prata e sete de bronze.

AFN/dpa/afp
Revisão: Francis França

Leia mais