1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Brasil apresenta ao mundo novas regiões turísticas

A Feira Internacional do Turismo (ITB), em Berlim, conta pela 28ª vez com a participação do Brasil.

default

"Precisamos mais do que nunca descobrir a indústria do turismo no Brasil", afirma Vera Sanches, diretora de turismo e lazer da Embratur. Estas são também as diretivas do novo ministro do Turismo, Walfrido Mares Guia. "Trouxemos a Berlim uma nova filosofia, que deverá estruturar a política turística do governo do presidente Lula", acrescentou dona Vera.

Afirmando que "a ITB é importante para Brasil porque o alemão é o povo que mais viaja no mundo, porque a Alemanha investe muito no Brasil e porque o Brasil vem buscar negócios na Alemanha", a representante da Embratur ressalta que a importância que o Brasil dá à Feira Internacional do Turismo pode ser avaliada pelos mais de mil metros quadrados de área de exposição do estande brasileiro.

"Nós agora estamos preocupados em desmistificar o que até hoje foi divulgado e vendido como tipicamente brasileiro para os turistas e mostrar o país na sua totalidade, o que é de fato o Brasil."

Novas estratégias

Neste sentido, a Embratur está promovendo este ano uma série de eventos na Europa, nos Estados Unidos e na América Latina. Dentre os workshops, dois estão programados para o próximo mês de maio, em Portugal e na Espanha; "depois virá a cidade de Genebra, e, no mês de junho, percorreremos várias cidades alemãs."

portobello_brasilien.jpg

País tem mais que belas praias a oferecer

"Devemos construir uma nova imagem do Brasil, produzir uma agenda positiva do Brasil no Exterior. Mostrar que nós temos mais do que, simplesmente, praias, sol, mulatas, carnaval, futebol, samba, o que, sem dúvida, é também altamente positivo, mas não é só isso. Nós temos um arquivo cultural, nós temos uma grande riqueza, que começa com o nosso povo e vai além das nossas belezas naturais, e que são enfoques e substancialidades desconhecidos de muitos turistas, declarou Vera Sanches à DW-WORLD.

O gerente de captação de eventos da Embratur, Ney Huberto, acrescentou que "turismo gera empregos e que a previsão do atual governo é de se chagar a um milhão de empregos frutos de uma política turística profícua e séria. Os quadros serão fomentados, treinados, formados e educados".

Novas rotas

Os estado do Ceará, Maranhão e Piauí divulgaram durante a ITB um convênio de criação de um novo pool turístico, para mostrar e fomentar a riqueza cultural das referidas regiões.

Segundo Perluigi Sapio, da Empresa de Turismo do Piauí (Piemtur), trata-se de "resgatar as tradições culturais dos três estados: a arquitetura barroca e colonial de muitas cidades; a arte santeira, principalmente em madeira; a pintura, especialmente a primitiva; e, finalmente, o artesanato com rendas, tecelagem à mão, bordados, palha, cerâmica, ourivesaria, bem como a dança e música regionais".

Garantindo que a região pode oferecer, pelo menos, 40 mil leitos e ressaltando a boa qualidade da rede rodoviária, dos guias turísticos, o alto índice de segurança e os preços adequados e competitivos Sapio finalizou afirmando: "Trata-se do lançamento de um produto novo, ainda não conhecido dos turistas tradicionais, um Brasil que realmente existe e tem história, como nas imediações da cidade de Campo Maior, onde ocorreu, entre piauienses e portugueses, a única batalha sangrenta para a Independência. Um produto que foi muito bem recebido pelas operadoras presentes na capital alemã".

Leia mais