Borussia Dortmund garante título antecipado e estabelece recordes | Leia as principais notícias sobre o futebol internacional | DW | 01.05.2011
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Futebol

Borussia Dortmund garante título antecipado e estabelece recordes

Raramente um campeonato alemão foi tão dominado por uma equipe como na temporada 2010/11. Com a derrota do Leverkusen, a jovem equipe dirigida por Jürgen Klopp garantiu o título na antepenúltima rodada.

A duas rodadas do final, equipe tem oito pontos de vantagem

A duas rodadas do final, equipe tem oito pontos de vantagem

No início do Campeonato Alemão, em agosto de 2010, era consenso entre os comentaristas que o Bayern de Munique mais uma vez levaria o título. E que o Borussia Dortmund, na melhor das hipóteses, se classificaria para a Liga da Europa.
Na realidade, quem acabou tendo um desempenho excepcional foi o Dortmund, que neste sábado (30/04) conquistou o título de campeão alemão pela sétima vez, com um 2 a 0 contra o Freiburg na 32ª rodada. E graças também a uma mãozinha do Colônia, que derrotou o Bayer Leverkusen por 2 a 0.
Assim, o Dortmund dos brasileiros Dedé, Felipe Santana e Antônio da Silva abriu uma vantagem de oito pontos sobre o Leverkusen, segundo colocado, a apenas duas rodadas do fim do campeonato.
Torcida estava confiante no título

Torcida estava confiante no título

O título não surpreende, pois o Dortmund já vinha dominando o campeonato desde o primeiro turno, e chegou ao recesso de inverno com a maior vantagem em relação ao segundo colocado já vista na história da Bundesliga.
Recorde também são as sete vitórias consecutivas fora de casa. Ao todo, o clube venceu 22 partidas na temporada. Além disso, nenhuma outra equipe sofreu tão poucas derrotas neste campeonato (4) e levou tão poucos gols (19). Para coroar, seu estádio foi um dos que mais atraíram público na Europa, com uma média de 79.052 espectadores por jogo.
Os títulos anteriores foram conquistados pelo Dortmund em 1956, 1957, 1963, 1995, 1996 e 2002.
Götze, Kagawa & Cia
O clube da região do Ruhr, no oeste da Alemanha, conquistou muitos torcedores com sua atuação em campo. A equipe, cujos jogadores têm em média 22 anos de idade, convenceu com muito engajamento e criatividade. Mesmo a longa ausência do meia Shinji Kagawa, uma das estrelas do time, foi contornada sem problemas. O japonês lesionado foi substituído por Mario Götze, de 18 anos, considerado um dos maiores talentos do futebol alemão.
Na constelação de jovens estrelas estão ainda Nuri Sahin, Kevin Grosskreutz e Sven Bender, ao lado de craques já consagrados como o goleiro Roman Weidenfeller e o atacante Lucas Barrios.
Equipe comemora seu treinador

Equipe celebra seu treinador

A grande estrela é o técnico
Vencedor da Liga dos Campeões em 1997 e primeiro clube alemão cotado na bolsa de valores, o Dortmund enfrentou grandes problemas financeiros em 2005, chegando à beira da falência. Tudo começou a mudar com a chegada do carismático treinador Jürgen Klopp, de 43 anos, em maio de 2008.
O arquiteto do "novo BVB" surpreendeu ao atender a imposição do clube, de formar uma equipe eficiente com pouco dinheiro. Assim, ele encerrou a temporada em 2009 na sexta posição. No ano passado, o clube ficou em quinto, e agora, com a vaga na Liga dos Campeões assegurada, pode voltar a brilhar – e faturar – em nível internacional.
A diretoria do Dortmund espera arrecadar 20 milhões de euros no milionário torneio europeu. Também as ações do clube estão em alta. Desde o início da temporada, elas subiram mais de 150%.
Não foi à toa que o clube prorrogou o contrato com Klopp até 2014.
Autor: Arnulf Boettcher (rw)
Revisão: Carlos Albuquerque

Leia mais