1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Reino Unido

Boris Johnson gera polêmica com artigo otimista sobre Brexit

Ministro britânico prevê "glorioso" futuro pós-Brexit para seu país em artigo de jornal, antecipando em poucos dias um posicionamento oficial de Theresa May. Observadores apontam desafio à autoridade da premiê.

Um artigo do ministro britânico do Exterior, Boris Johnson, publicado neste sábado (16/09) pelo jornal The Daily Telegraph, causou perplexidade e atrito ao alimentar especulações de que ele teria esperanças de suceder a primeira-ministra Theresa May.

Apenas poucos dias antes do planejado discurso oficial da chefe de governo sobre o tema, em seu texto de 4 mil palavras, o ex-jornalista argumenta que o Brexit poderá trazer um futuro "glorioso" para o Reino Unido, ajudando-o a se transformar no "maior país do mundo".

Na opinião de Johnson, Londres não deveria se esforçar para manter-se no mercado comum ou na união alfandegária da União Europeia, mas sim aproveitar a oportunidade para trilhar seu próprio caminho.

Está programado para 22 de setembro, na Itália, um muito esperado discurso em que May detalhará sua visão sobre o Brexit. O fato de o chefe de diplomacia se antecipar ao posicionamento da premiê sobre o tema foi interpretado por diversos observadores como um desafio à autoridade da líder, politicamente enfraquecida desde a eleição de 8 de junho, que custou a seu Partido Conservador a maioria no Parlamento.

O atual ministro do Exterior esteve entre os mais entusiásticos defensores do referendo pela saída do Reino Unido da União Europeia. No decorrer do sábado, ele procurou abrandar as especulações sobre suas intenções, postando no Twitter: "Todos detrás de Theresa para um glorioso Brexit."

Enviamos 350 milhões de libras para a UE por semana. Vamos financiar nosso NHS, em vez disso: Johnson retoma agora palavras de ordem desacreditadas da campanha pró-Brexit de 2016

"Enviamos 350 milhões de libras para a UE por semana. Vamos financiar nosso NHS, em vez disso": Johnson retoma agora palavras de ordem desacreditadas da campanha pró-Brexit de 2016

Líder trabalhista denuncia "verdadeira agenda" conservadora

No artigo ao Daily Telegraph, Johnson retorna a noção – difundida pela ala pró-Brexit durante a campanha de 2016 e hoje basicamente desacreditada – de que abandonar a UE disponibilizaria 350 milhões de libras adicionais por semana para o sistema nacional de saúde NHS. Além disso, a eliminação de regulamentações e uma reforma tributária fará o Reino Unido prosperar, afirma o ex-prefeito de Londres.

O líder do oposicionista Partido Trabalhista, Jeremy Corbyn, fortalecido desde a última eleição, comentou, através de um porta-voz, que as opiniões de Johnson sobre o Brexit expõem as fissuras profundas no governo britânico.

"Boris Johnson pôs a nu os conflitos no coração do governo de Theresa May em relação ao Brexit, e escavou o solo sob a autoridade da primeira-ministra. No processo, ele expôs a verdadeira agenda dos conservadores para o Brexit: uma espiral descendente na regulamentação e cortes tributários corporativos para beneficiar os poucos ricos à custa dos direitos de todos nós outros."

AV/ap/rtr/dpa

Leia mais