Bombeiros controlam incêndio na Ilha da Madeira | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 11.08.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Bombeiros controlam incêndio na Ilha da Madeira

Incêndio criminoso deixa ao menos três mortos e causa danos de no mínimo 55 milhões de euros. Ao menos 200 casas e prédios na região de Funchal ficaram destruídos.

Incêndio florestal deixou ao menos três mortos na Ilha de Madeira

Incêndio florestal deixou ao menos três mortos na Ilha de Madeira

Bombeiros conseguiram controlar nesta quinta-feira (11/08) o incêndio florestal na Ilha da Madeira, que matou ao menos três pessoas, destruiu cerca de 200 casas e prédios na região de Funchal e forçou a evacuação de mais mil pessoas, incluindo turistas estrangeiros.

"Apenas um foco de incêndio permanece ativo, na cidade de Calheta", anunciou um funcionário da Defesa Civil, acrescentando que o fogo já foi contido em Funchal e na cidade vizinha Câmara de Lobos. Cerca de 260 pessoas continuam abrigadas em barracas. Todos os turistas puderam voltar a hotéis.

Fogo destruiu mais de 200 prédios

Fogo destruiu mais de 200 prédios

Um suspeito de provocar o incêndio criminoso na região de Funchal foi detido. De acordo com autoridades, o fogo causou danos de, no mínimo, 55 milhões de euros. Um resort de luxo próximo a Funchal ficou completamente destruído.

O primeiro-ministro português, António Costa, visitou a ilha nesta quinta-feira para avaliar a extensão dos danos. "É necessário passar à fase seguinte, que é a da reconstrução, a de voltar à normalidade e restabelecer a confiança no mundo todo com a Madeira como grande destino turístico de qualidade e segurança", afirmou Costa.

Danos causados por incêndio chegam a 55 milhões de euros

Danos causados por incêndio chegam a 55 milhões de euros

Além de Madeira, cerca de 200 focos de incêndios atingem Portugal continental, principalmente na região norte e central do país. Mais de 4,2 mil bombeiros e 30 aeronaves tentam conter as chamas. Temperaturas elevadas e ventos fortes dificultam o trabalho das autoridades.

Assistir ao vídeo 01:07
Ao vivo agora
01:07 min

Incêndio castiga Ilha da Madeira

A polícia afirmou que muitos incêndios foram criminosos e anunciou a prisão de vários suspeitos. O fogo já destruiu cerca de 260 quilômetros de floresta no país desde o início de agosto.

Incêndios foram registrados ainda no noroeste da Espanha e na França. A seca na região, as altas temperaturas e o forte vento propiciaram a propagação das chamas. Em Marselha, autoridades conseguiram controlar nesta quinta-feira o fogo que destruiu 3,3 mil hectares de floresta e deixou três bombeiros feridos.

CN/efe/rtr/afp

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados