1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Bomba soviética da Segunda Guerra é achada em Berlim

Explosivo, de cerca de 100 quilos, estava a apenas 1,5 quilômetro da estação central e foi desativado no local. Estima-se que ainda haja 100 mil bombas do período enterradas em solo alemão.

Peritos desativaram nesta quarta-feira (03/04) uma bomba da Segunda Guerra Mundial encontrada num terreno baldio a apenas 1,5 quilômetro da estação central de Berlim. A remoção do explosivo, de fabricação soviética e cerca de 100 quilos, demandou o isolamento de uma área de 400 metros em torno do local.

Segundo a polícia, os técnicos removeram o pino detonador mecanicamente. O trabalho para desativar a bomba, encontrada durante a construção de uma nova linha de trem, causou um pequeno caos na cidade. As ruas próximas ao local foram interditadas, e as casas, evacuadas. Cerca de 840 moradores tiveram que deixar suas casas. "Tocamos a campainha de todas as residências", explicou um porta-voz.

A interdição também atrapalhou o fluxo dos trens. A estação central permaneceu aberta, porém cerca de 50 trens regionais e de longa de distância tiveram as rotas desviadas para o norte. O tráfego de barcos no canal entre Berlin e Spandau e o abastecimento de água também chegaram a ser interrompidos.

Der Berliner Hauptbahnhof

A estação central de trem de Berlim permaneceu aberta, mas trens foram desviados

O trabalho de remoção da bomba também teve reflexo no aeroporto Tegel, que ficou meia hora fechado para pousos. Por segurança, cerca de 20 voos foram desviados para o aeroporto Schönefeld.

Nem sempre os trabalhos para desativar explosivos são bem sucedidos. Em agosto do ano passado, a detonação de uma bomba de 250 quilos em Munique causou vários estragos na região. A detonação estilhaçou janelas de edifícios e alguns prédios chegaram a pegar fogo.

Especialistas estimam que cerca de 100 mil bombas da Segunda Guerra ainda estão enterradas em solo alemão. Os estados são responsáveis pela remoção dos artefatos.

CN/dpa/afp

Leia mais