1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Ciência e Saúde

Blogueiro chinês é o vencedor do principal prêmio do The Bobs

O júri do Bobs, o concurso internacional de ativismo online da Deutsche Welle, escolheu o principal vencedor deste ano. O prêmio foi para o chinês Li Chengpeng, o blogueiro mais conhecido em seu país.

No início deste ano, ele não foi manchete somente na China. Ao apresentar sua coletânea de ensaios O mundo todo sabe (em tradução livre) durante uma turnê de leituras, as autoridades chinesas lhe impuseram uma proibição de fala. Li Chengpeng estava proibido tanto de agradecer a seus fãs quanto de trocar com eles qualquer palavra. Na rede de microblogging Sina Weibo, ele comentou secamente: "Todos estão loucos".

Numa das sessões de autógrafos, ele apareceu com uma máscara negra na boca, usando uma camiseta com os dizeres "Amo vocês todos". Durante sua apresentação, ele não falou nenhuma palavra. Muitos dos seus fãs também usavam a máscara – essa ação se tornou um símbolo de como os jovens chineses lutam por seus direitos e pela liberdade de expressão. O vídeo pode ser visto no YouTube.

Li Chengpeng tem mais de 7 milhões de seguidores no Sina Weibo. Ele se dirige principalmente aos jovens – e eles o veneram. Em palestra na Universidade de Pequim, em novembro de 2012, ele afirmou aos universitários presentes que a China está desaprendendo a falar, e isso já há muitas décadas.

Nesse discurso, que logo foi postado na web, ele deixou claro que não tinha nenhuma ambição política: "Aspiro somente a salvaguardar meu direito de falar e escrever." Sua crítica à censura e outros abusos é expressa de forma descontraída: "Sempre que as autoridades anunciam que nosso país publica o maior número de livros e revistas, me vem à cabeça o pensamento de que nosso país também é o que produz mais papel higiênico."

Uma nova forma de protesto

Com 40 e poucos anos, Li Chengpeng não está entre os mais jovens blogueiros da China, mas ele pertence a uma nova cultura de protesto. Não se denunciam mais unicamente abusos em geral, mas procuram-se problemas específicos, que devem ser tornados públicos. Isso pode atingir, por exemplo, um prefeito corrupto de um vilarejo ou órgãos responsáveis por construções mal feitas. Como foi o caso em sua província natal, Sichuan, onde em maio de 2008 um terremoto devastador matou quase 100 mil pessoas.

Li Chengpeng vivenciou de perto e testemunhou a morte de crianças sob os escombros de um arranha-céu que desabou, porque ninguém podia ajudá-las sem pôr em risco as próprias vidas. Foi difícil para ele entender como, numa área de terremoto, se constroem casas que desabam ao menor tremor. "O que então me confundiu ainda mais foi a pergunta de por que todas as vítimas do 11 de setembro de 2001 têm um nome e nossas crianças não possuem nenhum", escreveu quatro anos mais tarde em seu blog.

China Blogger Li Chengpeng

Li Chengpeng num evento de assinaturas de seu livro este ano

As crianças mortas lhe levaram a uma ideia: com pessoas que pensam como ele, o blogueiro se dirigiu à região do terremoto. Propositalmente, ele visitou edifícios escolares e examinou a qualidade construtiva. Entre os muitos, havia somente um edifício que havia sobrevivido ao tremor. Todos os alunos e professores sobreviveram. Isso foi visto como um grande milagre pela imprensa. Quando Li Chengpeng descobriu que esse edifício era um dos poucos da região que havia sido construído segundo as normas específicas, ele publicou o ensaio: A verdade sobre a sobrevivência milagrosa dos alunos e professores da Escola Primária de Longhan.

Patriotismo tem diferentes aspectos

Li Chengpeng nem sempre foi um não conformista. Em seus primeiros anos como comentarista esportivo, ele disse ter sido um "patriota". Após os acontecimentos em Sichuan, esse patriotismo cego o fez reconhecer que patriotismo também significa proteger um país e seus habitantes com a vida. "Se no final da minha vida eu escrever uma autobiografia, então eu a faria tendo o ano de 2008 como base, pois antes disso eu era um idiota."

E, assim, rapidamente ele se tornou conhecido como crítico social, com uma propensão a ações de apelo público. Sua paixão: revelar verdades inconvenientes da vida cotidiana, recheadas com sátira e ironia. Logo ele escreveu seu primeiro livro sobre pessoas que se rebelavam contra despejos forçados: Li Kele se opõe à demolição.

Atraente e inteligente

Com seu espírito refrescante e a coragem de expor abusos de forma irônica, "Big-eye-Li", como seus amigos o chamam, convenceu o júri do Bobs. O jurado chinês Hu Yong, que é também blogueiro e jornalista, disse gostar de suas ações e de seu estilo espirituoso de escrever.

Segundo Hu, o vencedor do grande prêmio do Bobs se destaca por seu inteligente jogo de palavras, o que o torna tão popular entre o público jovem. Além disso, ele é bastante atraente, afirmou Hu com um piscar de olhos. Os demais jurados acompanharam a proposta de Hu Yong e decidiram premiar Li Chengpeng e seu blog http://blog.sina.com.cn/lichengpeng com o prêmio da Deutsche Welle de Melhor Blog

Leia mais