1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

"Birdman" é o grande vencedor do Oscar 2015

Longa dirigido pelo mexicano Alejandro Iñárritu fatura principais prêmios da noite em Hollywood, incluindo o de melhor filme. "Boyhood" volta para casa com apenas uma estatueta, de melhor atriz coadjuvante.

Após ser indicado a nada menos que nove categorias nesta 87ª edição do Oscar, Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância) levou para casa quatro estatuetas, incluindo as de melhor filme, melhor roteiro original e melhor fotografia. A academia do cinema americano deu ainda ao mexicano Alejandro Gonzalez Iñárritu o prêmio de melhor diretor.

Na noite deste domingo (22/02), durante a cerimônia de entrega de um dos prêmios mais cobiçados do mundo do cinema, Iñárritu fez questão de elogiar os colegas que concorreram com ele.

"Para que alguém ganhe, alguém tem que perder – mas a verdadeira arte, a verdadeira expressão individual, não pode ser comparada. Nosso trabalho, como sempre, será julgado pelo tempo", afirmou.

Seguindo os passos de Alfonso Cuarón, que no ano passado foi escolhido melhor diretor por Gravidade, Iñárritu é agora o segundo mexicano a ganhar tanto o Oscar como o prêmio concedido pelo Sindicato dos Diretores dos Estados Unidos.

Também faturou quatro estatuetas a comédia O Grande Hotel Budapeste, de Wes Anderson. A produção teuto-britânica, filmada em grande parte na cidade de Görlitz, leste da Alemanha, foi agraciada com os prêmios de melhor figurino, melhor trilha sonora, melhor maquiagem e cabelo e melhor direção de arte.

USA 87. Oscarverleihung 2015 (Bildergalerie) Bester Hauptdarsteller

Eddie Redmayne levou o prêmio de melhor ator como Stephen Hawking em "A Teoria de Tudo"

Decepção para Boyhood

Já o badalado Boyhood, que no mês passado ganhou os prêmios de melhor drama e melhor diretor no Globo de Ouro 2015, saiu de mãos quase vazias na noite de gala em Hollywood. O longa de Richard Linklater confirmou apenas uma estatueta: a de melhor atriz coadjuvante para Patricia Arquette, que já havia faturado o Globo de Ouro por sua atuação como mãe do protagonista Mason (Ellar Coltrane).

Para o prêmio de melhor ator coadjuvante, a Academia escolheu JK Simmons, por sua performance como o exigente e impiedoso mestre de jazz Terence Fletcher em Whiplash.

O britânico Eddie Redmayne faturou o Oscar de melhor ator pela atuação como o astrofísico Stephen Hawking em A Teoria de Tudo.

"Este Oscar vai para todas as pessoas no mundo que lutam contra a esclerose lateral amiotrófica", disse Redmaye em seu discurso de agradecimento. "O prêmio pertence a uma família excepcional – Stephen, Jane e os filhos dos Hawking – e eu vou cuidar bem dele."

O ator de 33 anos agradeceu ainda sua "parceira de crime", que também estrela A Teoria de Tudo, Felicity Jones, e também ao "feroz e gentil" diretor James Marsh.

USA 87. Oscarverleihung 2015 (Bildergalerie) Beste Hauptdarstellerin

Julianne Moore levou o Oscar de melhor atriz por interpretar Alice, uma mulher que sofre com Alzheimer

Juliane Moore finalmente leva um Oscar

Indicada quatro vezes para um Oscar em anos anteriores, Julianne Moore finalmente conquistou uma estatueta e foi aclamada como melhor atriz pela comovente Alice Howland de Para Sempre Alice. Na adaptação da obra de Lisa Genova, Moore interpreta uma mulher que sofre lentamente do Mal de Alzheimer.

"Estou emocionada por termos conseguido chamar a atenção para o Mal de Alzheimer. Tantas pessoas que sofrem dessa doença sentem-se isoladas e marginalizadas, e uma das coisas maravilhosas do cinema é que os problemas podem ser vistos. Tomara que este filme seja visto e que ajude a encontrar uma cura", disse a atriz de 54 anos.

Melhor documentário

O filme O Sal da Terra, sobre a vida do fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado, acabou não levando o prêmio de melhor documentário, que ficou com Citizenfour, sobre o ex-agente do serviço secreto americano e delator de atos de espionagem Edward Snowden.

Exilado na Rússia desde 2013, Snowden felicitou a jornalista americana Laura Poitras pelo Oscar. "Minha esperança é que este prêmio leve mais pessoas a ver o filme e a se sentirem inspiradas pela mensagem de que os cidadãos comuns, se trabalharem juntos, podem mudar o mundo", afirmou Snowden em nota publicada nesta segunda-feira em meios de comunicação russos.

"Citizenfour" foi o pseudônimo usado por Snowden para se comunicar por correio eletrônico com Poitras, que reside atualmente em Berlim.

Confira os vencedores da 87ª edição do Oscar:

Melhor filme Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)

Melhor roteiro original – Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)

Melhor diretor – Alejandro Gonzalez Iñárritu (Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância))

Melhor atriz – Julianne Moore (Para Sempre Alice)

Melhor atriz coadjuvante – Patrícia Arquette (Boyhood)

Melhor ator – Eddie Redmaye (A Teoria de Tudo)

Melhor ator coadjuvante – J.K. Simmons (Whiplash)

Melhor roteiro adaptado O Jogo da Imitação

Melhor fotografia Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)

Melhor filme estrangeiro Ida (Polônia)

Melhor animação Operação Big Hero

Melhor canção – Glory (Selma)

Melhores efeitos especiais Interstelar

Melhor documentário Citizenfour

Melhor curta documentário Crisis Hotline:Veterans Press 1

Melhor montagem Whiplash

Melhor edição de som Sniper americano

Melhor mixagem de som Whiplash

Melhor curta de animação Feast

Melhor trilha sonora O Grande Hotel Budapeste

Melhor maquiagem e cabelo O Grande Hotel Budapeste

Melhor direção de arte O Grande Hotel Budapeste

Melhor figurino O Grande Hotel Budapeste

Melhor curta metragem em live actionThe Phone Call

Leia mais