BIOCOMBUSTÍVEIS E ESCASSEZ DE ALIMENTOS | Escreva sua opinião, comentários, críticas ou sugestões | DW | 12.06.2008
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Sua Opinião

BIOCOMBUSTÍVEIS E ESCASSEZ DE ALIMENTOS

Os temas comentados por nossos usuários esta semana foram: biocombustíveis e escassez de alimentos, o especial sobre o ano de 1968 e Otan. Clique aqui para ler!

default

Com o crescente aumento da demanda por combustíveis no mundo, nota-se a necessidade de fontes alternativas de energia. O etanol tido como "salvador", no contexto atual, torna-se vilão. Vilão porque com a área destinada antes à cultura de alimentos, existe a necessidade do plantio da cana (no Brasil) e do milho (nos EUA). Conseqüentemente, isso gera uma queda na produção de alimentos e também do encarecimento destes.
Milton Ribeiro de Oliveira Junior

Se os biocombustíveis estão sendo a principal causa da escassez, eu não tenho certeza, mas a produção de alimentos não parece mesmo ser a grande prioridade mundial. Sei que a industria de armas tem grande faturamento. O narcotrafico também. Pergunto: será que vale a pena produzir alimentos?
Ariovaldo L. Lucas

Muito interessante a discussão atual sobre a crise a de alimentos. Se houvesse uma preocupação real com a fome no mundo, há muito os governos dos países ricos teriam redirecionado boa parte de suas verbas de armamentos e pesquisa espacial para a agricultura.
Flavio Lima

1968: O ANO QUE NÃO FOI ESQUECIDO

Excelente este quadro especial sobre o ano de 1968. Se a juventude de hoje pudesse compreender o que foi, em muitas áreas, a verdadeira luta pela liberdade no passado, certamente daria mais valor ao que tem hoje, e não se sentaria novamente sobre o comodismo das idéias pré-concebidas. Viva a boa revolução! Camila Haase


Otan

A Otan é um resquício da Guerra Fria e hoje não tem razão de ser. A União Européia já deveria ter criado o seu próprio sistema de defesa. A existência da Otan parece interessar apenas aos Estados Unidos da América, para que possam continuar como senhores absolutos e dominadores dos europeus e da União Européia.[...]
Clovis






Leia mais