Bin Laden reivindica autoria de tentativa de atentado no Natal | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 24.01.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Bin Laden reivindica autoria de tentativa de atentado no Natal

Em gravação divulgada pela rede de televisão Al-Jazeera, voz atribuída a Osama bin Laden se dirige ao presidente Obama, assume a responsabilidade pelo ataque fracassado ao avião em Detroit e faz novas ameaças aos EUA.

default

Bin Laden em foto de 1998

A rede de televisão Al-Jazeera divulgou neste domingo (24/01) um trecho de áudio em que o chefe da organização terrorista Al-Qaeda, Osama bin Laden, assume a responsabilidade pelo atentado frustrado no avião da Northwest Airline na noite de Natal.

A gravação, cuja autenticidade não pôde ser comprovada, é endereçada ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. "De Osama para Obama", diz Bin Laden.

Até então apenas membros da Al-Qaeda na Península Arábica, braço da rede terrorista no Iêmen, tinham assumido a autoria dessa última tentativa de ataque aos Estados Unidos.

O líder da Al-Qaeda fala que a tentativa de detonar explosivos no voo que fazia a rota Amsterdam-Detroit foi planejada como uma mensagem semelhante à dos atentados de 11 de setembro de 2001. Na ocasião, 19 militantes da Al-Qaeda sequestraram aviões em território americano e colidiram as aeronaves contra prédios.

"A mensagem passada por meio do avião do herói Umar Farouk confirma as mensagens anteriores comunicadas a vocês por nossos heróis do ataque de 11 de setembro", diz o áudio, se referindo ao nigeriano de 25 anos que foi contido por passageiros do avião em Detroit ao tentar detonar os explosivos.

A gravação divulgada pelo canal Al-Jazeera diz que os ataques aos Estados Unidos continuarão enquanto o país mantiver o apoio a Israel. "A América não deve sonhar com segurança até que possamos usufruí-la como realidade na Palestina."

Um outro trecho da gravação diz: "Não é justo que vocês tenham uma boa vida enquanto os nossos irmãos em Gaza suportem o pior padrão de vida".

A autenticidade da gravação não pôde ser comprovada, mas a rede Al-Jazeera, que costuma divulgar mensagens de Bin Laden, confirma que se trata da voz do chefe da Al-Qaeda.

Para o especialista francês em terrorismo Jean-Pierre Filiu, a mensagem é uma tentativa de Bin Laden de mostrar que ainda está no comando da Al-Qaeda em todo o mundo, do que muitos especialistas duvidam.

O testemunho anterior de Osama bin Laden havia sido divulgado há quatro meses pelo serviço de monitoramento e estudos em terrorismo SITE Intelligence Group. A recompensa para quem der informações sobre o líder da Al Qaeda já chega a 50 milhões de dólares.

NP/afp/dpa

Revisão: Alexandre Schossler

Leia mais