1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Bin Laden ainda vive, diz serviço secreto alemão

O extremista islâmico Osama Bin Laden continua vivo, apesar das ações militares dos Estados Unidos e aliados, no Afeganistão, que já duram meses, segundo o serviço secreto internacional da Alemanha, BND.

default

Bonecos de madeira com fotos de Bin Laden e dos George Bush (pai e filho) à venda num mercado no Azerbaidjão.

Há vários indícios de que o chefe da organização terrorista Al Qaeda está vivo e provavelmente se encontra na fronteira entre o Afeganistão e o Paquistão, disse o diretor do Departamento de Terrorismo e Criminalidade Internacional do BND (Bundesnachrichtendienst), Hans Beth.

Num congresso da polícia, em Bonn, nesta terça-feira (28), Beth considerou provável que grupos da Al Qaeda cometam, a qualquer momento, atentados de gravidade menor do que os de 11 de setembro. Como exemplo, ele citou o ato terrorista de Djerba, em que morreram 14 turistas alemães. Um caminhão carregado de gás de cozinha explodiu na frente da sinagoga da ilha da Tunísia, em abril passado. As estruturas de comunicação da Al Qaeda também continuam funcionando, segundo Beth, baseado em informações do serviço secreto dos Estados Unidos, CIA.

O diretor do serviço secreto alemão garantiu que a maior parte da cúpula dirigente da Al Qaeda está viva e encontra-se em liberdade. Significa que o governo do presidente George W. Bush ainda não conseguiu a cabeça do milionário saudita Bin Laden, o troféu que aspira com as represálias militares aos atentados de 11 de setembro, iniciadas em outubro, no Afeganistão. Quase três mil pessoas foram mortas nos atentados que destruíram o World Trade Center, em Nova Iorque, e parte do Pentágono, em Washington.