Berlusconi será julgado por prostituição de menores e abuso de poder | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 15.02.2011
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Berlusconi será julgado por prostituição de menores e abuso de poder

Juíza decide que há indícios suficientes do envolvimento do primeiro-ministro italiano com uma jovem marroquina menor de idade e marca início do julgamento para 6 de abril.

default

Berlusconi nega as acusações

O primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, de 74 anos, terá que responder na Justiça por sua suposta relação com uma jovem marroquina menor de idade. A decisão foi anunciada nesta terça-feira (15/02) pela juíza de instrução Cristina Di Censo, de Milão, atendendo ao pedido da promotoria pública local.

O julgamento terá início em 6 de abril, determinou a juíza. Berlusconi é acusado de abuso de poder e envolvimento com prostituição de menores de idade. A primeira acusação se refere à suposta intervenção pessoal do primeiro-ministro, em maio de 2010, para tirar da cadeia a marroquina Ruby, então com 17 anos, acusada de furto. A segunda se baseia em escutas telefônicas.

A juíza considerou haver indícios suficientes que embasam as duas acusações e por isso decidiu iniciar o processo. Há suspeitas de que Ruby e outras mulheres tenham recebido dinheiro para participar de festas sexuais na Villa Arcore, uma propriedade de Berlusconi perto de Milão.

Em caso de condenação, o primeiro-ministro pode ser sentenciado a até 15 anos de cadeia. Berlusconi nega as acusações. Após o anúncio da Justiça, os advogados do primeiro-ministro disseram que não esperavam outra decisão da juíza.

AS/dpa/afp
Revisão: Nádia Pontes

Leia mais