1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Berlusconi é condenado a três anos de prisão

Tribunal italiano considera ex-primeiro-ministro culpado em escândalo de corrupção envolvendo senador. Berlusconi, porém, não cumprirá pena, pois crime prescreve antes de julgamento de recursos.

Um tribunal de Nápoles condenou nesta quarta-feira (08/07) o ex-primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi a três anos de prisão por corrupção de um senador. Ele também foi proibido de ocupar qualquer cargo público por cinco anos.

Apesar da condenação, Berlusconi não irá para a prisão, pois o crime prescreve antes do julgamento de recursos. Na Itália, o réu pode apelar da sentença em dois níveis judiciários, antes do cumprimento da pena.

O ex-primeiro-ministro negou as acusações no julgamento que teve início em fevereiro de 2014. O tribunal considerou Berlusconi culpado no escândalo envolvendo o senador Sergio De Gregorio.

O caso se refere às eleições legislativas de 2006, nas quais a coligação de esquerda liderada por Romano Prodi saiu vitoriosa, porém com uma pequena maioria no Senado. Poucos meses depois das eleições, De Gregorio, senador eleito por um dos partidos da coligação governista, mudou para o partido de Berlusconi.

Segundo a acusação, Berlusconi pagou a De Gregorio 3 milhões de euros entre 2006 e 2008, para que ele abandonasse o partido. O senador confessou ter recebido o dinheiro. Os advogados do ex-primeiro-ministro alegavam que os pagamentos foram apoios financeiros legítimos a um aliado.

CN/rtr/afp/ap/lusa/dpa

Leia mais