1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Berlinale vai premiar Wim Wenders por conjunto da obra

Diretor de filmes como "Asas do Desejo" e "Paris, Texas" receberá Urso de Ouro honorário na próxima edição do Festival de Cinema de Berlim, em 2015.

A próxima edição de da Berlinale começa apenas em fevereiro, mas já tem um vencedor. Wim Wenders vai receber o Urso de Ouro honorário pelo conjunto de sua obra.

O diretor do festival, Dieter Kosslick, descreveu o responsável por Asas do Desejo (1987) e Pina (2011) como "um dos mais notórios cineastas contemporâneos" e disse que a Berlinale vai homenagear sua diversidade artística.

"Sua mistura de gêneros e seu trabalho multifacetado como cineasta, fotógrafo e autor moldou nossa memória viva do cinema e continua inspirando outros cineastas", disse Kosslick em comunicado à imprensa.

Nos anos 1970, Wenders fez parte de uma jovem geração de cineastas que influenciaram o chamado Novo Cinema Alemão. Trabalhando em meio a uma crise econômica e artística, eles desenvolveram novas formas estéticas e alternativas para produção e distribuição.

Nascido em Düsseldorf em 1945, Wenders estreou na direção de longas-metragens com Verão na Cidade (1970) e já realizou mais de 50 filmes ao redor do mundo, onde alcançou reconhecimento tanto do público quanto da crítica.

Ele ganhou a Palma de Ouro em Cannes com Paris, Texas (1984) e o prêmio de melhor diretor no festival francês com outro clássico, Asas do Desejo (1987), uma declaração de amor à Berlim dividida pelo muro.

Cannes Filmfestival 2014 Filmpräsentation Das Salz der Erde Wim Wenders

Wim Wenders ao lado de Juliano Salgado na estreia de "The Salt of the Earth" em Cannes

Além dos prêmios em Cannes, ele também foi condecorado com o Leão de Ouro em Veneza por O Estado das Coisas (1982) e o prêmio de melhor direção em Berlim por O Hotel de um Milhão de Dólares (2000). Como documentarista, foi indicado ao Oscar em 1999 por Buena Vista Social Club e em 2011 por Pina, sobre a vida da coreografa alemã Pina Bausch.

"O que é impressionante no Wim Wenders é sua diversidade e afinidades artísticas. Ele homenageou artistas como Yasujiro Ozu em Tokyo-Ga (1985) e, mais recentemente, Sebastião Salgado em The Salt of the Earth (2014)", disse Rainer Rother, responsável pela homenagem e diretor artístico da Cinemateca Alemã.

Dirigido ao lado de Juliano Salgado, filho de Sebastião, O Sal da Terra teve sua estreia no Festival de Cannes deste ano e levou o prêmio especial da mostra Un Certain Regard.

O Festival de Berlim 2015 ocorre entre 5 e 15 de fevereiro e apresentará, ao lado das novidades do cinema mundial, dez dos mais importantes filmes da carreira de Wim Wenders.

MAS/afp/dpa

Leia mais