1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Berlim prepara-se para receber 40 mil prostitutas na Copa

A organização de ajuda a prostitutas Hydra, de Berlim, calcula que 40 mil prostitutas de todo o mundo virão à capital alemã para oferecer seus serviços a uma clientela "excitada" pela cerveja e pelo entusiasmo das arquibancadas durante a Copa 2006.

"O Mundial oferece desde já excelentes oportunidades de negócio", afirmou Katharina Cetin, da Hydra. A conselheira de Saúde do bairro Charlottenburg-Wilmerdorf, Martina Schmiedhofer, declarou ao jornal Berliner Kurier que em volta do Estádio Olímpico de Berlim serão distribuídos 100 mil camisinhas a potenciais clientes das prostitutas. "Se conseguirmos um patrocinador, os homens ganharão os preservativos de graça", disse.

O Berliner Kurier informa que outras cidades alemãs, como Colônia e Dortmund, que também sediarão jogos do Mundial, planejam a instalação de "casinhas" nas ruas como postos de serviço das prostitutas. Segundo o jornal, as "casinhas" estão sendo testadas há três anos em Colônia como alternativa para a prostituição nas ruas. O conselheiro municipal de Economia do distrito berlinense de Mitte, o democrata-cristão Dirk Lamprecht sugeriu a adoção dessa idéia também na capital alemã.