1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Berlim planeja alternativa para festa de abertura

Diretor artístico quer ajudar de graça. Fifa não tem nada contra e pode pagar até 22 milhões de euros em indenizações.

default

Gramado do estádio de Berlim: álibi da Fifa para cancelar festa

A cidade de Berlim começa a planejar uma alternativa para a cerimônia de abertura da Copa, cancelada na última sexta-feira (13/01) pela Fifa. A festa deve acontecer no Portão de Brandemburgo e a Fifa não tem nada contra, informa o jornal Berliner Zeitung, nesta terça-feira (17/01).

O austríaco Andre Heller, que detinha a direção artística da cerimônia de gala prevista para o Estádio Olímpico de Berlim, estaria disposto a ajudar gratuitamente na organização da alternativa. "Se precisarem de meu conselho, ajudo com prazer – de graça", disse o artista.

O prefeito de Berlim, Klaus Wowereit, disse que os visitantes e torcedores serão convidados a vir ao Portão de Brandemburgo. "Espero que a Fifa e o Comitê Organizador da Copa também participem", comentou.

Heller disse que o cancelamento da cerimônia oficial é "um dos enterros mais caros da história da arte". Segundo o diretor-executivo da Berliner Olympiastadion GmbH (empresa que administra o estádio da capital alemã), Peter Löbbecke, os pedidos de indenização podem chegar a 22 milhões de euros.

A festa planejada pela Fifa para o dia 7 de junho custaria em torno de 25 milhões de euros. Ela foi cancelada pela entidade, sob a alegação de que o gramado não se recuperaria até o dia 13 de junho, quando o Brasil enfrenta a Croácia no Estádio Olímpico de Berlim. "Isso não convence ninguém", disse o presidente da Comissão de Esportes do Parlamento alemão, Peter Danckert.

Leia mais