1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Berlim decide-se pela reconstrução de castelo barroco

Parlamento põe ponto final num debate de 12 anos e aprova reconstrução da fachada do castelo dos Hohenzollern, no centro histórico de Berlim. Palácio da República, edifício-símbolo do regime socialista, vai ser demolido.

default

O Palácio da República foi revestido em 1993 por painel imitando fachada original do castelo

O centro histórico da capital alemã vai ganhar um castelo novo com fachada barroca, reconstrução do Berliner Schloss dos Hohenzollern, que o regime socialista da ex-RDA mandou demolir em 1950. O Palácio da República, levantado nos anos 70 em parte do terreno e fechado já desde 1990 por ter sido construído com amianto (material condenado atualmente por seus danos à saúde), vai ser demolido para dar lugar ao novo edifício.

Com a decisão política tomada na noite de quinta-feira (04), com maioria supreendente garantida por deputados de todas as bancadas, o Bundestag pôs um ponto final num debate polêmico que começou logo depois da reunificação da Alemanha. A alternativa derrotada na votação era a realização de um concurso de arquitetura aberto, em que não se fizesse nenhuma imposição aos concorrentes.

A resolução dos parlamentares coincide com a recomendação de uma comissão internacional encarregada pelo governo de examinar as alternativas e que pronunciou seu parecer em favor da reconstrução histórica em meados de abril.

Castelo continua no ar — O fim do debate não significa, porém, que a questão esteja resolvida. O primeiro problema a ser solucionado é o do financiamento dos custos, calculados em 700 milhões de euros. A União já deixou entrever que não pode contribuir com mais do que o terreno. Para a cidade-estado de Berlim, cujo caixa anda à míngua, o financiamento nem sequer entra em cogitação. Uma proposta é a busca de patrocinadores que, em princípio, não tirariam proveito do edifício.

Para sua utilização, está prevista no momento a instalação do Fórum Humboldt — uma combinação de museu, biblioteca e centro de eventos. Ele deve abrigar, por exemplo, os acervos não-europeus da Fundação do Patrimônio Cultural Prussiano, a Biblioteca Estatal, bem como a Universidade Humboldt com seu acervo referente ao "diálogo entre as culturas".

É provável que a idéia do castelo permaneça no ar durante alguns anos ainda. (lk)

Leia mais