1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Berlim anuncia festival dos "destinos individuais"

Festival de Berlim tem boa parte da programação anunciada, com seleção menos política e número mais reduzido de filmes alemães. Entre os convidados, Madonna na direção de um longa de ficção e pelo menos seis brasileiros.

default

'Tropa de Elite' vai concorrer ao Urso de Ouro em Berlim

A organização do Festival Internacional de Cinema de Berlim (que acontece de 7 a 17 de fevereiro) recebeu para a versão de 2008 um número recorde de filmes inscritos: nada menos que cinco mil candidatos, entre curtas e longas. No ano passado, conta ao semanário Die Zeit Dieter Kosslick, diretor do festival, haviam sido 4450 inscrições para as diversas mostras. Em 2005, foram 3800.

Pressekonferenz zur 57. Berlinale - Dieter Kosslick

Dieter Kosslick, diretor do Festival de Berlim

O número de selecionados, contudo, não aumenta. Este ano, o festival inclui, como nas versões anteriores, "apenas" 360 produções. Além dos mais de 700 filmes que podem ser vistos no Mercado Europeu do Cinema, seção aberta somente a profissionais da área.

De acordo com Kosslick, a versão 2008 da Berlinale – como é chamado o festival na Alemanha – vai priorizar menos produções de viés político, abrindo mais espaços para "destinos individuais", que voltam a ser o centro das atenções.

Violência, sexualidade, conflito entre culturas

Outra preocupação da organização do festival é apresentar, aos profissionais e ao público em geral, as novas tendências do cinema feito no país através da mostra Perspectiva do Cinema Alemão. Entre os temas predominantes estão violência entre jovens, espiritualidade, sexualidade e conflito entre culturas. Segundo os organizadores da mostra, "os cineastas tocam onde estão as feridas, o que é muito importante".

Madonna verdient laut Guiness-Buch mehr als andere Pop-Sängerinnen

Madonna: provável centro das atenções da mídia

Entre os selecionados está um longa divido em três episódios sobre os protestos de 1° de maio no bairro berlinense de Kreuzberg e o documentário Football Under Cover (de David Assmann e Ayat Najafi), que retrata um jogo de futebol feminino entre um time iraniano e uma equipe de Berlim formada por jogadoras de diversas nacionalidades.

Os olhos da mídia durante o festival, contudo, deverão estar voltados para a presença de Madonna na cidade, que apresenta sua estréia como diretora em Filth and Wisdom. A lista de estrelas para atrair a atenção do público conta ainda com Isabella Rossellini, que participa do festival com Green Porno, uma série de curtas de um minuto, apresentados na seção Fórum e na exposição Forum Expanded.

O discreto charme de Buñuel

Filmregisseur Luis Bunuel

Buñuel: retrospectiva em Berlim

A tradicional retrospectiva do festival será dedicada ao cineasta espanhol Luis Buñuel, com uma série de filmes que incluem desde a estréia do diretor com Um Cão Andaluz (1928), passando pela fase mexicana até os filmes posteriores, produzidos na França. A homenagem especial do festival vai desta vez para o diretor italiano Francesco Rossi, com a seleção de 13 de seus filmes dirigidos em nada menos que 50 anos dedicados à sétima arte.

A cinematografia israelense será um dos pontos fortes da Berlinale, em homenagem aos 60 anos de fundação do Estado de Israel (1948-2008), através da exibição de vários documentários e longas de fição produzidos no país.

Dreznica, do Rio

A seção Berlinale Shorts, dedicada aos curta-metragens, foi ampliada e deverá contar com a exibição de aproximadamente 30 filmes, entre estes Dreznica, da carioca Anna Azevedo, um documentário de 14 minutos, totalmente realizado com imagens em super 8 e 8mm (com ampliação para 35mm), que terá sua estréia mundial no festival.

Além da competição pelos Ursos de Ouro e Prata (da qual participam dez dos curtas do festival), um júri especial deverá escolher o melhor curta europeu e o Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD) concederá uma bolsa especial a um(a) cineasta escolhido(a). Incluindo as mostras paralelas, a Berlinale traz em 2008 um total de aproximadamente 60 curtas.

Presença brasileira

Film Tropa de Elite (Elite Squad)

Cena de 'Tropa de Elite', de José Padilha

Além de Tropa de Elite, de José Padilha, na competição oficial pelo Urso de Ouro, o festival de Berlim exibe Cidade dos Homens, de Paulo Morelli, na mostra Generation 14plus, e Mutum, de Sandra Kogut, na Generation Kplus – ambas voltadas para o público jovem.

Do ciclo Panorama participa Maré, nossa história de amor, de Lúcia Murat, e da seção especial Cinema & Culinária o longa Estômago, de Marcos Jorge, premiado recentemente no Festival do Rio. A seção reúne durante quatro dias, em mesas-redondas e jantares especiais, filmes relacionados à gastronomia e chefes de cozinha que se deixam inspirar pelo cinema. (sv)

Leia mais