1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Belarus e Gazprom fecham contrato para fornecimento de gás em 2007

A Europa recebeu com alívio a notícia de que Belarus e o conglomerado russo Gazprom fecharam o contrato de fornecimento de gás para 2007. O impasse poderia prejudicar o abastecimento de gás à Europa no meio do inverno.

default

Gazprom assume 50% da empresa de pipeline bielo-russa Beltransgas

O governo de Belarus e o conglomerado russo Gazprom chegaram a um acordo no impasse sobre o fornecimento de gás. Com isso, resolve-se um conflito que deixou as autoridades européias apreensivas até a passagem de ano e poderia vir a prejudicar o abastecimento de gás russo à Europa.

O novo contrato de fornecimento de gás russo a Belarus, válido para 2007, foi assinado em Moscou poucos minutos antes do final do ano, prazo em que expiraria o antigo contrato. Se as negociações tivessem fracassado, a Gazprom teria suspendido o fornecimento de gás a Belarus.

A partir desta segunda-feira (01/07), Belarus passa a pagar 100 dólares por mil metros cúbicos de gás russo. Esta quantia é inferior ao valor de 105 dólares exigido anteriormente pela Gazprom, mas corresponde a mais do dobro do que Belarus pagava até então.

Ajuste gradativo do preço ao nível europeu

Até 2011, o preço deverá subir gradativamente até o nível europeu. Além disso, a Gazprom assume 50% da empresa bielo-russa Beltransgas, que detém a rede de gasodutos do país. A transação custará ao conglomerado russo 2,5 bilhões de dólares, a serem pagos dentro de quatro anos.

"O aumento do preço do gás para 100 dólares vai abalar seriamente a nossa economia", declarou o premiê bielo-russo, Serguei Sidorski. Anteriormente, Belarus havia ameaçado fechar os gasodutos que transportam gás russo à Europa Central, caso a Gazprom não cedesse na renegociação do contrato. Um conflito semelhante entre a Rússia e a Ucrânia, ocorrido um ano atrás, prejudicou temporariamente o abastecimento de gás à Europa.

Leia mais