1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Beethoven chega à era digital

Nascido há mais de 200 anos, o compositor Ludwig van Beethoven chega à era dos bites e bytes. Casa onde nasceu, hoje museu em Bonn, reabre com completo arquivo digital online, exposições multimídia e uma ópera virtual.

default

Casa onde nasceu o compositor agora na internet

O maior acervo do mundo sobre o compositor clássico alemão Ludwig van Beethoven, na casa onde nasceu em 1770, em Bonn, no oeste da Alemanha, está agora também disponível, através da rede, aos seus fãs e interessados do mundo inteiro.

A digitalização possibilitou colocar na internet mais de cinco mil documentos escaneados com alta resolução e qualidade, acompanhados de explicações e informações científicas acessíveis ao grande público.

Beethoven Denkmal in Bonn

Ludwig van Beethoven

Em alemão e em inglês, o internauta pode fazer passeios virtuais nos vários andares do museu, que fica bem no centro da antiga sede do governo alemão. Além disso, a casa digital de Beethoven ainda coloca à disposição partituras, manuscritos, documentos iconográficos e muitos objetos e utensílios de uso pessoal do grande compositor. Também se pode fazer um passeio virtual pela residência do compositor em Viena, onde faleceu em 1827.

Estúdio digital e palco 3D − Cerca de 1600 arquivos de áudio permitem "que o pensamento, a vida e o trabalho de Beethoven sejam visíveis e audíveis" para o internauta. A nova oferta multimídia oferece um estúdio com a coleção completa de suas obras e um palco para encenações por computador, em três dimensões.

Os personagens da ópera Fidelio, Século 21 são figuras geométricas abstratas que se movimentam entre os visitantes do novo palco em 3D. Em quatro colunas equipadas com enormes mouses, cordas, manches (joysticks) e sensores de calor, os visitantes podem se deslocar virtualmente no ambiente. Um apurado sistema de som permite que as canções acompanhem os personagens.

Interativo e multimídia − O "palco de visualização musical" e outros componentes digitais da Casa de Beethoven foram desenvolvidos com o Instituto Fraunhofer e têm o objetivo de alcançar sobretudo o público jovem, através da interatividade e da apresentação multimedial.

O arquivo digital oferece aos internautas o acesso a manuscritos, cartas e pinturas do compositor. Apenas uma pequena parte deste acervo podia ser vista até então no museu em Bonn, pois os arquivos eram restritos a pesquisadores e músicos.

"A vantagem da Casa Digital é que podemos, ao mesmo tempo, preservar os originais, divulgar nosso acervo em todo o mundo e despertar o interesse internacional sobre Beethoven", salienta o diretor do museu, Andreas Eckhardt. Com a nova oferta, que custou cerca de 4,5 milhões de euros, o museu também pretende atrair um maior número de visitantes ao museu, atualmente em torno de cem mil ao ano.

Leia mais

Links externos