1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Beckenbauer considera França e Argentina favoritas na Copa de 2002

Franz Beckenbauer elogiou a equipe alemã pela classificação e deixou claro que ainda existem outros selecionados no caminho à vitória na Copa do Mundo de 2002.

Em sua coluna semanal no jornal Bild, o Presidente do Bayern de Munique, Franz Beckenbauer, fez uma comparação entre as principais equipes que participarão do mundial. O Brasil foi lembrado por ter se classificado de forma penosa, assim como a Alemanha.

"O título mundial pode não ser tudo, mas à nossa frente ainda estão a França e a Argentina", avaliou. E com um toque de incentivo, tão característico seu, completou: "Não temos do que nos esconder." A França é a primeira colocada no ranking da Fifa. A Argentina ocupa a terceira posição, logo atrás do Brasil.

Na opinião do Kaiser, como os alemães o chamam, "logo após os dois selecionados superiores, vejo a nossa equipe juntamente com as de outras grandes nações".

Para Beckenbauer, Itália, Espanha, Brasil e Inglaterra equiparam-se à Alemanha. Esta última com a ressalva de que a equipe germânica não permita um repeteco do vexatório 5 a 1, que levou em 1º de setembro, pelas Eliminatórias em Munique.

O bom desempenho na Copa precisa da permanência do técnico Rudi Völler na coordenação da equipe, segundo o vice-presidente da Federação Alemã de Futebol (DFB). O principal argumento de Beckenbauer é a instabilidade. "O problema da nossa seleção ainda é a falta de estabilidade", afirma, para dar a sua solução logo em seguida: "Deixem o Völler fazer a Copa do Mundo de 2002 e, melhor ainda, a de 2006."

Links externos