1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Futebol

Bayern estreia no Mundial de Clubes mirando final com Atlético-MG

Alemães enfrentam chineses na semifinal, e Guardiola admite que torce por decisão contra Ronaldinho, principal esperança do Galo para desbancar favoritos e conquistar, no Marrocos, maior título de sua história.

No Mundial de Clubes o Bayern de Munique quer tornar oficial o que praticamente todos os analistas vêm afirmando: que é o melhor time do mundo. Os alemães estreiam no torneio nesta terça-feira (17/12). Já o Atlético Mineiro joga no Marrocos o torneio mais importante de seus 105 anos de história, apostando boa parte de suas fichas no ídolo Ronaldinho.

Depois de ter conquistado a Bundesliga, a Copa da Alemanha, a Liga dos Campeões e a Supercopa da Europa, o clube da Baviera quer levar para casa um quinto troféu de prestígio e fechar o ano com chave de ouro, sagrando-se como o número um do mundo.

"Nossa equipe certamente fará tudo para ganhar esse título também", prometeu o diretor executivo do Bayern, Karl-Heinz Rummenigge, deixando claro que o clube alemão encara com seriedade um torneio de repercussão tímida na Europa, comparado à importância dada por torcedores e imprensa na América do Sul.

Técnico em busca do tri

Os alemães, grandes favoritos, já contam em sair vitoriosos do embate desta terça-feira, contra o campeão chinês Guangzhou Evergrande, do italiano Marcello Lippi, treinador campeão da Copa do Mundo de 2006. A equipe chegou às semifinais após eliminar o egípcio Al Ahly e tem no seu elenco o argentino Dario Conca e os brasileiros Elkeson e Muriqui.

"Jogar contra [técnico Pep] Guardiola e o Bayern será muito especial para nós. Eles são atualmente o melhor time do mundo", afirmou Lippi, ao site da Fifa. O técnico foi campeão mundial de clubes com o Juventus, em 1996.

Fußball Brasilien Atletico Mineiro Ronaldinho

Desempenho de Ronaldinho Gaúcho, dois meses fora por lesão, ainda é incógnita

"Para o museu do clube, seria ótimo poder trazer este troféu", frisou, por sua vez, Guardiola, que já venceu duas vezes o torneio, com o Barcelona, em 2009 e 2011, e espera conseguir seu terceiro triunfo. "Lippi tem muita experiência. Temos de nos preparar da melhor forma possível." O espanhol torce para "uma decisão contra Ronaldinho".

Já o clube do craque brasileiro enfrenta, na quarta-feira, o marroquino Raja Casablanca. "Jogaremos contra Ronaldinho, que é um mágico. Será um presente maravilhoso se eu puder trocar de camisa com ele", afirmou o meia do Casablanca Chemseddine Chtibi.

Caso vença a partida, o Galo poderá ter uma verdadeira pedrada como próximo desafio: uma final contra um time alemão apelidado de "cósmico", que não perde na Bundesliga há mais de 40 jogos, e que conta com estrelas internacionais do calibre do meia francês Ribéry, do zagueiro brasileiro Dante e do lateral Philipp Lahm, capitão da equipe e também da seleção alemã.

Astro é incógnita

Para tentar ganhar a taça, os brasileiros contam com um time experiente – e composto apenas por brasileiros. No gol, tem Victor, um dos melhores em atividade no país e cotado para ir à Copa. Na defesa, conta com Réver – também cogitado para estar no Mundial em 2014 – e com o pentacampeão Gilberto Silva.

Se mantiver o padrão dos últimos meses, o time comandado por Cuca pode entrar em campo com um quase 4-2-4. No meio-campo, apenas dois jogadores de marcação – o combativo Pierre e provavelmente Josué. Na linha de frente, provavelmente Diego Tardelli, Ronaldinho Gaúcho, Fernandinho e Jô.

21.11.2013 DW Kickoff Countdown Guardiola

Guardiola: espanhol já venceu o torneio duas vezes, no comando do Barcelona

Ronaldinho, já com 33 anos, não joga mais o futebol dos tempos de Barcelona, mas teve no Atlético seus melhores momentos desde que voltou da Europa para o Brasil. Com uma lesão muscular na perna esquerda, ele praticamente não entrou em campo nos últimos dois meses.

Se ele estará em plena forma no Marrocos, é uma incógnita. Mas, na condição de ídolo da torcida, ele carrega boa parte das esperanças do Galo e garante que seu time não mudará a forma ofensiva de jogar mesmo diante do Bayern de Munique.

"Nós vamos jogar para cima dos caras, de igual para igual. Não vamos mudar nada. A nossa forma de jogar é essa, é assim que a gente acredita que vai melhor", afirmou Ronaldinho em entrevista recente.

O otimismo de Ronaldinho é compartilhado pelos atleticanos. Uma passagem de ida e volta de avião entre Belo Horizonte e Marrakech custa em média mil euros. Mesmo assim, os torcedores do Galo já compraram, segundo a agência de notícias AFP, cerca de 10 mil ingressos para o torneio, mais do que qualquer outra torcida. É o preço para ter a chance de ver seu time tentar sua maior glória em mais de um século de história.

MD/ dpa/ efe/ rtr

Leia mais