1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Bayern domina, mas Real vence pela semifinal da Liga dos Campeões

Em confronto das invencibilidades em Madri, espanhóis ficam pouco com a bola, mas, com gol de Benzema em contra-ataque, levam a melhor no primeiro confronto em busca de uma vaga na final do torneio.

Um encontro entre Real Madrid e Bayern de Munique não é novidade na Liga dos Campeões. Os dois clubes já se enfrentaram 14 vezes pelo torneio europeu. Mas quando ambas as equipes pisaram no gramado do Santiago Bernabéu, nesta quarta-feira (23/04), o confronto entrou para a história. Pela primeira vez se enfrentaram dois treinadores que conquistaram a Liga dos Campeões, tanto como jogador quanto como treinador. Melhor para Carlo Ancelotti, do Real Madrid, que venceu a partida de ida pelas semifinais da atual edição por 1 a 0 – gol de Karim Benzema – contra Pep Guadiola.

O jogo em Madri era o confronto dos imbatíveis. Pela Liga dos Campeões, o Bayern de Munique não perdia como visitante há dez partidas e o Real Madrid estava invicto há 17 jogos em seus domínios. A última derrota madrilenha havia sido na semifinal de 2011 contra o arquirrival Barcelona – equipe treinada na época justamente por Guardiola. O treinador catalão, por sinal, nunca havia sido derrotado nas sete vezes anteriores que foi ao Bernabéu. Por outro lado, Ancelotti também possuía uma invencibilidade de seis jogos contra o Bayern de Munique.

UEFA Champions League FC Bayern München vs. Real Madrid

Karim Benzema (esq.) comemora seu gol com os colegas Pepe e Fábio Coentrão.

Durante os primeiros 15 minutos de jogo, o Bayern impôs o seu toque de bola e teve duas boas chances de abrir o marcador com Arjen Robben. Porém, em seu primeiro ataque, o Real Madrid não perdoou um vacilo na recomposição defensiva dos alemães e inaugurou o placar com Benzema, que, livre na pequena área, apenas escorou para o gol. Foi o nono gol do francês na atual Liga dos Campeões.

Depois do gol, o Real teve outra grande chance com Cristiano Ronaldo e mais tarde uma com Isco – mas sempre em escapadas esporádicas em contra-ataques. Os bávaros mantiveram a sua filosofia de jogo, com bastante posse de bola e tendo em Robben o seu jogador mais ativo. Ao fim do primeiro tempo, o Bayern dominou nas estatísticas – 74% de posse de bola e goleada nos escanteios (9 a 1) –, mas pouco exigiu do goleiro Iker Casillas.

"Conseguimos colocar a nossa tática em prática. Tivemos a supremacia no jogo. Faltou aquela pequena porção de sorte na frente do gol. Perdemos por 1 a 0, mas ainda não estamos eliminados. Claro que queríamos fazer o melhor. Mas jogamos em casa e lá temos a nossa força. Tudo ainda é possível", declarou o capitão do Bayern, Philipp Lahm.

A infertilidade bávara prosseguiu na segunda etapa e a insatisfação de Pep Guardiola era visível. Nos últimos dez minutos, o Bayern tentou o empate no abafa – Mario Götze forçou Casillas a fazer uma grande defesa e Thomas Müller acertou um chute rente à trave madrilenha. Mas ficou nisso: 1 a 0 para o Real Madrid.

Champions League Real Madrid Bayern München

Pep Guardiola dá instruções ao lateral David Alaba.

"Eu quero cumprimentar a nossa equipe hoje. A maneira como dominamos o Real Madrid foi impressionante. Na verdade, estou bastante surpreso com o estilo de jogo do Real. Eles deixaram a gente fazer o jogo. Gostei bastante do que a nossa equipe mostrou hoje. O resultado é uma pena", reagiu Arjen Robben após a derrota no Bernabéu.

A nota negativa fica para as atuações de Cristiano Ronaldo e Franck Ribéry, que no início deste ano disputaram a eleição de melhor jogador do mundo, honraria conquistada pelo jogador português. Nessa partida, ambos foram substituídos no segundo tempo.

A partida de volta será na próxima terça-feira (29/04), em Munique, e o Bayern necessita vencer por dois gols de diferença para alcançar a classificação para a final, dia 24 de maio em Lisboa. O alento para os bávaros é que o Real Madrid atuou 11 vezes em Munique por competições europeias e nunca venceu: dez derrotas e um empate.

Champions League Real Madrid Bayern München

Retrato do confronto: Carlo Ancelotti tranquilo e Pep Guardiola (esq.) agitado e insatisfeito com sua equipe.

Ficha técnica

Real Madrid 1 x 0 Bayern de Munique

Local: Estádio Santiago Bernabéu, em Madri

Gols: Karim Benzema (18'/1T)

Cartões amarelos: Isco (11'/2T), John Obi Mikel (30'/2T), Gabi (30'/2T), Miranda (43'/2T) e Demba Ba (45+5'/2T)

Arbitragem: Howard Webb (Inglaterra), auxiliado pelos compatriotas Michael Mullarkey e Darren Cann.

Real Madrid: Iker Casillas; Daniel Carvajal, Sergio Ramos, Pepe (Raphaël Varane 27'/2T) e Fábio Coentrão; Xabi Alonso, Luka Modrić e Ángel Di María; Isco (Asier Illarramendi 36'/2T), Cristiano Ronaldo (Gareth Bale 27'/2T) e Karim Benzema. Técnico: Carlo Ancelotti.

Bayern de Munique: Manuel Neuer; Rafinha (Javi Martínez 21'/2T), Jérôme Boateng, Dante e David Alaba; Philipp Lahm e Bastian Schweinsteiger (Thomas Müller 28'/2T); Toni Kroos, Arjen Robben e Franck Ribéry (Mario Götze 26'/2T) ; Mario Mandžukić. Técnico: Pep Guardiola.

Leia mais