1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Bayern deixa longe a concorrência

O Bayern de Munique ganhou de 2 a 1 do atual campeão, Borussia Dortmund, no clássico da 12ª rodada, ampliando sua vantagem na liderança do campeonato alemão.

default

Oliver Kahn festeja a vitória bávara à sua moda

O clube da Baviera sagrou-se o grande vitorioso da 12ª rodada, ao vencer por 2 a 1 o campeão alemão. Não só conquistou três pontos no Estádio Olímpico de Munique, aumentando sua vantagem para 5 pontos, como infringiu ao Borussia Dortmund sua primeira derrota nesta temporada.

Grande êxito teve também o VfB Stuttgart. Graças à sua vitória de 3 a 2, no último minuto, contra o Bochum, conseguiu subir do 7º para o terceiro lugar e está com 20 pontos. Com a mesma pontuação mas sem a mesma sorte estão o 1860 de Munique e o Werder Bremen, que ocupam, respectivamente, a 4ª e a 5ª colocação. O time bávaro perdeu de 1 a zero para o Hamburgo, enquanto o desastre do Bremen foi pior: sua derrota contra o Wolfsburg foi por 3 a 1.

Dos clubes que estavam no encalço do Dortmund e da vice-liderança nenhum teve sorte na 12ª rodada. O que está faltando nessa lista, o Schalke, contava com pelo menos um ponto contra o vice-campeão da temporada passada, Leverkusen. A partida terminou em 1 a 0, com um gol nos últimos segundos, marcado por Bernd Schneider. Graças à sua quarta vitória, o Bayer Leverkusen conseguiu distanciar-se dos outros lanterninhas, subindo ao 12º lugar.

Duelo de campeões

O clássico Bayern de Munique contra Borussia Dortmund foi duro no primeiro tempo, mas pobre em situações de gol. O Dortmund abriu o placar aos 7 minutos a partir de um chute de Amoroso, qie desviou no calcanhar de Koller. O tcheco acabou levando a autoria do gol. A rivalidade entre os clubes se notava nas faltas, especialmente por parte do Borussia. O técnico Matthias Sammer chegou a tirar o brasileiro Dede de campo, ainda no primeiro tempo, para não arriscar que ele fosse expulso, após já ter ganho um cartão amarelo. Com a manobra, o primeiro cartão vermelho saiu para Torsten Frings e a partida ganhou novo rumo, com o Bayern tomando o domínio do jogo. No segundo tempo, empatou através de Roque Santa Cruz e virou o placar com gol de Pizarro. Por reclamar de impedimento do peruano, o goleiro Jens Lehmann acabou expulso também, levando o Borussia a se aguentar só com nove homens (o atacante Koller como goleiro) em campo.

Acabou a "urucubaca" do Bayern?

Dez dias após a eliminação do Bayern da Liga dos Campeões, a situação é bem mais tranqüila para o treinador Ottmar Hitzfeld, enquanto o campeão alemão não conseguiu ganhar em Munique pelo 11º ano consecutivo.

"Hoje só nos serviam três pontos, estávamos sob mais pressão do que o adversário. Tivemos o azar de começar a partida perdendo, mas depois recuperamos e fomos os melhores em campo", avaliou Hitzfeld. Para Matthias Sammer, do Dortmund, os pontos perdidos são secundários: "Estou muito mais preocupado com as conseqüências. Nas próximas semanas vão nos faltar jogadores importantes", comentou.

Leia mais