1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Bayern de Munique vence e volta a brigar pelo título

A vitória de 3 a 2 sobre o Hertha Berlim e as derrotas do Schalke e do Stuttgart reacendem as esperanças dos bávaros na competição. Werder Bremen também vence e afasta crise.

default

Podolski e Makaay comemoram o terceiro gol do Bayern na vitória sobre o Hertha

As vitórias do Bayern de Munique e do Werder Bremen, combinadas com as derrotas do Schalke e do Stuttgart, embolaram a briga pelo título do Campeonato Alemão e deram novo fôlego a uma das mais disputadas edições da Bundesliga dos últimos anos.

Há duas rodadas, o Schalke estava 12 pontos à frente do quarto colocado, o Bayern de Munique, e cinco à frente do então segundo colocado, o Stuttgart. Desde então, a equipe de Gelsenkirchen viu sua vantagem minguar – segue líder, mas está apenas três pontos à frente do segundo colocado e tem seis pontos a mais do que os bávaros.

As derrotas nas duas últimas rodadas colocaram em risco o primeiro título de campeão alemão do Schalke em 49 anos e fizeram a torcida – que já comemorava a conquista – temer por uma repetição de 2001 e 2005, quando o Schalke tinha tudo para ser campeão, mas não foi.

Rost: sem ressentimento

Fußball-Bundesliga, 24. Spieltag, Schalke 04 - HSV Hamburg

Ivica Olic (e) e Alexander Laas comemoram segundo gol do Hamburgo

O último tropeço foi contra o Hamburgo em plena Veltins-Arena, uma derrota por 2 a 0. Entre os principais responsáveis pela situação da equipe azul estão dois nomes ligados ao Schalke, hoje no Hamburgo: o técnico Huub Stevens e o goleiro Frank Rost.

Mesmo dispensado pelo Schalke, Rost demonstrou não ter ressentimento contra o seu antigo clube. "Por mim, eles podem ganhar todos os próximos jogos. Eu desejo a eles o título", disse Rost ao final da partida.

Já o Hamburgo venceu sua quarta partida consecutiva e começa a afastar o fantasma do rebaixamento. Como nos últimos quatro jogos, o primeiro gol foi marcado pelo holandês Rafael van der Vaart, principal nome da partida. Com o resultado, a equipe ocupa a 12ª posição, com 27 pontos.

Bayern: de volta à briga

Fußball-Bundesliga, 24. Spietag, Hertha BSC - FC Bayern München 2:3

Roy Makaay, do Bayern de Munique, comemora o seu gol na partida contra o Hertha



O grande vitorioso da rodada foi o Bayern de Munique, que viu renascerem suas esperanças de ser campeão. "A derrota do Schalke foi um presente dos céus", disse o técnico Ottmar Hitzfeld.

Além dos três pontos da vitória fora de casa contra o Hertha Berlim, os bávaros comemoraram o "renascimento" de Lukas Podolski. O atacante da seleção respondeu em campo às críticas que vinha sofrendo e fez uma de suas melhores partidas com a camisa do Bayern: foi o autor de um gol de voleio e armou as jogadas que resultaram nos outros dois gols da vitória por 3 a 2. Com a atuação, Podolski fez jus ao apelido de "Prinz Poldi", o príncipe Poldi, como é chamado pela imprensa bávara.

Werder volta a vencer

Fußball-Bundesliga, 24. Spieltag, Werder Bremen - VfL Bochum 3:0

Mertesacker, Diego e Klose abraçam Hunt, autor de três gols

Quem também tem muito a comemorar é o Werder Bremen, que fez 3 a 0 no Bochum. Todos os gols foram marcados por Aaron Hunt, eleito o melhor jogador da partida pela imprensa alemã. O meia Diego também brilhou e deu os passes para o segundo e o terceiro gols do Werder.

O resultado devolveu à equipe do Bremen a segunda colocação na tabela, com 46 pontos, e diminuiu a distância em relação ao líder Schalke, que tem 49 pontos. Afastou ainda a crise que andava próxima do Weserstadion.

Na próxima rodada, o Werder vai a Munique para jogar contra o Bayern. A partida entre o segundo e o quarto colocados, separados por apenas três pontos, será decisiva para as pretensões das duas equipes no torneio.

Stuttgart decepciona

Fußball-Bundesliga, 24. Spieltag, Bayer 04 Leverkusen - VfB Stuttgart 3:1

Cacau (e), do Stuttgart, disputa a bola com Paul Freier, do Leverkusen



Já o Stuttgart decepcionou sua torcida com a derrota de 3 a 1 para o Bayer Leverkusen. A equipe de Armin Veh jogou sem a sua grande estrela, o atacante da seleção Mario Gomez, e parou principalmente nas boas defesas do goleiro do Leverkusen, Rene Adler.

A partida foi definida aos 16min do segundo tempo, quando o brasileiro Juan marcou o terceiro gol para o Leverkusen. O Stuttgart ainda descontou aos 28min finais, com Cacau.

A derrota fez os suábios perderem o segundo lugar para o Werder Bremen. O Stuttgart é agora o terceiro colocado na tabela, com 45 pontos.

Leia mais