1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Bayern de Munique penetra na grande área financeira

O Bayern de Munique irá comercializar cartões de créditos e cadernetas de poupança na Alemanha. Um negócio lucrativo, que já tem tradição nos Estados Unidos e Grã-Bretanha.

default

Futebol & finanças: goleadas também nos lucros?

Foi-se o tempo em que os clubes de futebol ganhavam dinheiro exclusivamente com receitas de estádios, patrocínio ou venda de camisas, bonés e outros artigos. O Bayern de Munique, atual campeão alemão, partiu para novos negócios na área financeira, oferecendo cartões de crédito e cadernetas de poupança.

A operação será lançada ainda em 2003, em colaboração com o HypoVereinsbank (HVB), instituição bancária sediada também em Munique. Tanto nos Estados Unidos quanto na Grã-Bretanha, os clubes esportivos jé descobriram o filão do mercado financeiro.

Manchester United e ligas norte-americanas

O Manchester United, por exemplo, atrai seus investidores com bônus de meio por cento sobre as aplicações, quando o time se qualifica para as quartas-de-final da Liga dos Campeões. O clube britâncio coopera há algunas anos com a MBNA, empresa americana que é a maior instituição mundial independente de cartões de crédito.

Nos Estados Unidos, a MBNA tem contrato com todos os times da NFL (National Football League), da NHL (National Hockey League ) e da MBA (Major Baseball League). A empresa investe também no circuito de golfe PGA e em eventos automobilísticos.

O torcedor como cliente

Para o HypoVereinsbank (HVB), o segundo maior da Alemanha, o acesso ao banco de dados dos torcedores do Bayern de Munique abre perspectiva de lucrativos negócios. Conforme esclarece Andreas Pläsier, analista do banco Berenberg, "o Bayern é interessante para os bancos por causa de sua grande torcida, não apenas em Munique, mas na Alemanha inteira".

Assim como o Manchester United, o Bayern é uma forte marca. "É um parceiro ideal para nós", ressalta Dieter Rampl, diretor do HVB.

Leia mais