1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Bayern é pentacampeão europeu

Festa toma conta das ruas de Munique após vitória do Bayern sobre o Borussia por 2 a 1. Mais de 50 mil torcedores alemães acompanharam a final em Londres. Bávaros comemoram quinto título europeu com campanha fantástica.

Bayern Munich's Arjen Robben holds the trophy with team mates after defeating Borussia Dortmund in their Champions League Final soccer match at Wembley Stadium in London May 25, 2013. REUTERS/Phil Noble (BRITAIN - Tags: SPORT SOCCER TPX IMAGES OF THE DAY)

UEFA Champions League Finale (FC Bayern München gegen Borussia Dortmund)

Wembley ficou pintado com as cores da Alemanha para servir de palco ao jogo mais esperado do ano. No clássico entre Borussia Dortmund e Bayern de Munique, o time da Baviera levou a melhor, apesar do equilíbrio entre as equipes. O Bayern chega ao seu quinto título europeu ao derrotar o Borussia por 2 a 1.

O confronto serviu para o Bayern terminar com chave de ouro uma temporada brilhante, que já havia sido coroada com o título da Bundesliga e atuações memoráveis contra adversários de peso. Já o Borussia deixou escapar o segundo título europeu e amargou mais um vice-campeonato na temporada, já que perdeu a Bundesliga para o mesmo adversário.

UEFA Champions League Finale (FC Bayern München gegen Borussia Dortmund)

Mandzukic abre o marcador

Foi um confronto especial para os dois treinadores. O técnico do Borussia, Jürgen Klopp, não escondia a emoção antes de iniciar a sua primeira final europeia. Para Jupp Heynckes uma vitória teria um gosto especial porque ele tinha a chance de ser campeão europeu antes do espanhol Pep Guardiola assumir o comando da equipe.

Foi a primeira final do Borussia após 16 anos. Já o Bayern fez a sua décima final da Liga dos Campeões. Entre os expectadores ilustres da partida estavam a chanceler federal alemã, Angela Merkel, que disse "torcer para o futebol alemão". Outra presença marcante no estádio foi a de Mario Götze, que ajudou a classificar o Borussia para a final, mas não participou da partida.

O primeiro tempo foi do Borussia

O Borussia não chegava ao jogo como favorito, mas sabia da sua vantagem: a velocidade do conjunto. Por outro lado, a pressão sobre o Bayern era tremenda. Era o ano de quebrar o tabu da década e vencer de uma vez por todas a Liga dos Campeões.

Quem pensava que o Borussia iria sentir a falta de Götze, enganou-se. A equipe de Klopp começou marcando no campo adversário, neutralizando a saída de bola do Bayern. Os bávaros foram obrigados a um jogo que não estão acostumados, com ligações diretas entre a defesa e o ataque. O resultado foi a supremacia do Dortmund durante a primeira metade da etapa inicial.

UEFA Champions League Finale (FC Bayern München gegen Borussia Dortmund)

Gündogan cobra pênalti e deixa tudo igual

Logo aos 13min, em um passe errado de Philipp Lahm na saída de bola, Lewandowski arriscou de fora da área, obrigando Neuer a uma grande defesa. Aos 14min, Kuba recebeu cruzamento e, de perna direita, da pequena área, chutou para mais uma defesa do goleiro do Bayern. O Borussia controlava a partida. Aos 18 min, em bela escapada pela esquerda, Reus bateu forte de perna canhota, exigindo nova intervenção de Neuer.

Aos 21min, Bender chutou da entrada da área para nova participação do arqueiro da equipe de Munique. O goleiro do Bayern já era destaque, trabalhando mais do que nos confrontos contra o Barcelona pelas semifinais.

O Bayern só chegou com perigo aos 25 min, após jogada pela esquerda de Ribéry, que cruzou para o cabeceio de Mandzukic e a belíssima defesa de Weidenfeller. Na cobrança de escanteio, nova perigosa cabeçada de Javi Martínez, que passou raspando o travessão.

Aos 29min, Robben começou um duelo a parte com o goleiro Weidenfeller ao invadir a área e chutar no corpo do arqueiro do Borussia. Aos 41min, ele ficou novamente cara a cara com o arqueiro do Dortmund, invadindo a área e chutando de perna esquerda no rosto de Weidenfeller.

O segundo tempo do Bayern

A etapa complementar começou com o Bayern tentando avançar um pouco mais a marcação, mas o Borussia continuava imprimindo velocidade e tentando neutralizar as saídas de bola adversárias. Porém, aos poucos, o Bayern começou a gostar da partida e impor o seu estilo, com um toque de bola rápido no campo adversário.

UEFA Champions League Finale (FC Bayern München gegen Borussia Dortmund)

Robben decide a partida para o Bayern

Aos 14 min, Robben buscou a tabela com Ribéry que, cercado por três jogadores adversários, conseguiu devolver a bola ao companheiro. O atacante holandês invadiu a área e cruzou para Mandzukic, que apenas escorou para o fundo da rede, detonando a alegria dos torcedores do Bayern em Wembley.

O Dortmund sentiu o golpe. O Bayern se soltou mais em campo. Aos 20 min, depois de uma bola alta na área bávara, o zagueiro brasileiro Dante foi tentar afastar e acabou chutando a barriga de Reus. O árbitro italiano Nicola Rizzoli marcou pênalti. Gündogan chutou à direita de Neuer, que pulou para o outro lado. Tudo igual.

O gol do título

Aos 27 min, o Bayern chegou forte pela direita com Robben. O holandês se livrou de Weidenfeller e, sem goleiro, cruzou. O zagueiro Subodic chegou antes de Müller e tirou a bola de cima da linha. O jogo ganhava em emoção. Aos 30 min, Alaba experimentou de longe, um chute forte, cruzado, de perna esquerda, obrigando o goleiro do Dortmund a uma belíssima defesa.

Na segunda metade da etapa complementar, o Bayern dominava a partida, fazendo o jogo que lhe levou à final da Liga dos Campeões. O Dortmund parecia cansado, reduzindo a velocidade e se arriscando menos. Aos 41 min, após o corta-luz de Thomas Müller, Schweinsteiger chutou forte da entrada da área, fazendo brilhar o goleiro Weidenfeller.

UEFA Champions League Finale (FC Bayern München gegen Borussia Dortmund)

Jupp Heynckes se despede do Bayern com tíutulo europeu

Aos 44 min, o golpe fatal. O homem marcado por "falhar" quando tem a "bola do jogo" em partidas decisivas resolveu calar os críticos. Em uma bola chutada do campo do Bayern, a defesa do Borussia não conseguiu afastar. No bate-rebate entre o ataque do Bayern e a defesa do Borussia, Robben sobrou com a bola. O holandês invadiu a área passando por quatro defensores, ficando cara a cara com Weidenfeller e escorando lentamente no canto esquerdo do goleiro do Dortmund.

A festa bávara tomou conta de Wembley. Um ano após perder o título para uma equipe londrina dentro de casa, o Bayern foi a Londres para ser campeão europeu. "Foi um jogo único. Eles tiveram chances e nós também. No último minuto, acabamos decidindo. Muitos colegas me diziam que eu iria fazer o gol do título. Eu perdi duas oportunidades, mas fiquei calmo para esperar a chance", disse o autor do gol do título, Arjen Robben.

Com o título o Bayern se credencia para disputar o Campeonato Mundial de Clubes da Fifa em dezembro.

Leia mais