1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Bayer é suspeita de determinar preço de produtos em farmácias

Bayer é acusada de tentar manter elevado o preço final de remédios como a Aspirina oferecendo vantagens às farmácias. Empresa nega acusações.

default

Aspirina, um dos mais populares medicamentos produzidos pela Bayer

A Bayer está, desde a semana passada, sendo investigada pelas autoridades antitruste da Alemanha. A suspeita é que a empresa tenha tentado determinar o preço final de alguns de seus medicamentos em mais de 11 mil farmácias do país. A acusação se refere a remédios vendidos sem receita médica, como a popular Aspirina.

As investigações começaram após a publicação de uma reportagem na revista semanal Stern. Segundo a matéria, a subsidiária Bayer Vital teria garantido às farmácías descontos extras de até 3% nos preços dos produtos da empresa, caso estas não os vendessem abaixo do preço sugerido.

A Stern se baseou em documentos internos da Bayer Vital. No final do ano passado, um diretor da empresa enviou um e-mail a representantes de vendas criticando as promoções de preços. O texto afirma que a Bayer apenas concederia descontos a quem respeitasse "as regras do jogo". Entre essas "regras" estaria não fazer promoções de preços por mais do que quatro semanas. Além disso, o desconto concedido não poderia ser superior a 20%.

Buscas em escritórios da Bayer

Um porta-voz da Bayer confirmou à agência de notícias dpa a existência do e-mail. Mas disse que o texto não foi divulgado na íntegra e que nele também consta que a decisão sobre o preço final dos produtos é da farmácia. O porta-voz negou que a Bayer tente combinar os preços de seus produtos com as farmácias.

Devido à denúncia, as autoridades antitruste fizeram buscas em escritórios da Bayer Vital em Leverkusen e Colônia. O objetivo das ações era encontrar documentos que pudessem ser relevantes ao caso. A Bayer divulgou ter cooperado com as autoridades.

No ano passado, levantamento feito por uma entidade de defesa do consumidor mostrou que alguns dos produtos da Bayer, entre eles a Aspirina, eram vendidos com o mesmo preço em mais de 90% das farmácias alemãs. (as)

Leia mais