Basiléia sedia o jogo de abertura da Euro 2008 | Acompanhe a cobertura especial sobre as partidas da Eurocopa | DW | 07.06.2008
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Eurocopa

Basiléia sedia o jogo de abertura da Euro 2008

Na fronteira da Suíça com a Alemanha e a França está Basiléia. O estádio de futebol foi reconstruído para sediar seis jogos da Euro.

default

Basiléia às margens do rio Reno

Basiléia e Zurique ficam a apenas 90 quilômetros de distância uma da outra. Segundo o delegado da Euro na região de Basiléia, Hanspeter Weishaupt, a relação entre as duas cidades é excepcional: "Basiléia e Zurique entendem-se tão bem quanto Colônia e Düsseldorf [que são próximas mas têm uma relação de rivalidade]. Economicamente falando, Basiléia é a segunda cidade mais bem desenvolvida da Suíça, enquanto Zurique está mais inserida no contexto internacional. Ambas as cidades se amam, mas também têm rixas."

As "pontes voadoras”

Basel Altstadt am Rhein

Basiléia fica no triângulo Alemanha-França-Suíça

Basiléia está localizada nas fronteiras entre a Alemanha, França e Suíça, às margens do rio Reno. Uma opção imperdível para os visitantes são as "pontes voadoras". São quatro balsas que atravessam o Reno sem motor, movidas apenas pelas águas do rio.

Jacques Thurneysen, responsável por uma dessas balsas, explica: "O truque é que a embarcação fica presa a uma corda. A correnteza leva a balsa para o outro lado. Na volta é a mesma coisa. Na parte de trás, fica um leme com o qual eu controlo a velocidade".

Para desbravar a cidade, a melhor dica é passear a pé. Isso vale principalmente para o centro histórico, onde se encontram a prefeitura, a movimentada praça do mercado, um chafariz com esculturas de Jean Tinguely e a catedral.

Arte no centro das atenções

Basel Stadtansicht Tinguely Brunnen

O chafariz criado pelo artista Jean Tinguely

O que é fora do comum em Basiléia, segundo Hanspeter Weishaupt, é a oferta cultural: "No que diz respeito a museus, estamos no topo da lista. Recomendo a todo turista que visite os museus, que estão entre os melhores do mundo".

Não é de surpreender, portanto, que a arte esteja presente também na fanmeile da cidade – o espaço reservado aos torcedores –, já que pouco antes da Euro acontece na cidade a conhecida feira Art Basel.

Basiléia é louca por futebol

Os 170 mil habitantes de Basiléia não são loucos só por cultura mas também por futebol. Quem afirma isso é Jonas Blechschmidt, que administra o St. Jakob Park: "Em toda a Suíça não existe uma euforia pelo futebol com em Basiléia. O FC Basel tem tido um bom desempenho nas últimas temporadas da Liga dos Campeões".

Durante a Euro, o maior estádio da Suíça terá capacidade para 42.500 espectadores. Seis partidas acontecerão na cidade universitária às margens do Reno. Dentre elas, está o jogo de abertura entre a Suíça e a República Tcheca; os jogos eliminatórios com Portugal e com a Turquia; duas quartas-de-final e uma semifinal.

St Jakob Park in Basel Schweiz

Maior estádio da Suíça: St. Jakob Park

A arena multifuncional foi projetada pelos renomados arquitetos Herzog e de Meuron. Mas os torcedores continuam utilizando o velho apelido ao se referir ao estádio: "A gente diz que vai ao 'Joggeli'. Todo mundo sabe então que se trata do estádio de futebol, embora o nome correto seja St. Jakob Park", esclarece Jonas Blechschmidt.

Telões às margens do rio Reno

Para aqueles que não conseguiram entradas para a Euro existe uma opção. A cidade de Basiléia oferecerá telões em duas grandes áreas, como afirma Hanspeter Weishaupt. Às margens do Reno foi montada uma infra-estrutura para até 25 mil espectadores. Uma outra, com 10 mil lugares, fica na praça da catedral, no centro histórico.

Mas, como diz o solgan da cidade, Basiléia tem mais a oferecer do que os 90 minutos de uma partida. Este verão europeu, com a Euro, será uma ótima oportunidade para os visitantes conferirem as maravilhas oferecidas pela região.

Áudios e vídeos relacionados