″Based in Berlin″ leva ao grande público a emergente produção artística da cidade | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 13.06.2011
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

"Based in Berlin" leva ao grande público a emergente produção artística da cidade

Com 80 novos artistas vindos de mais de 20 países, mas que vivem e trabalham em Berlim, megaevento pretende promover a capital alemã como um dos grandes centros mundiais de arte contemporânea.

default

Evento acontece em importantes espaços de arte na capital alemã

Berlim tem se tornado nos últimos anos não apenas um dos destinos favoritos dos jovens turistas que visitam a Europa. Uma grande onda de jovens artistas e "criativos" vindos de diversos pontos do continente e do mundo se mudaram para a capital alemã nos últimos anos, atraídos pelo baixo custo de vida e pela liberdade e o espaço para exercer sua criatividade.

Mas haverá espaço – e principalmente dinheiro – para toda essa criatividade? O megaevento Based in Berlin (do inglês "Baseado em Berlim"), aberto na semana passada, quer mostrar que sim. Depois de anos de festa, a cidade busca mostrar que tem potencial e principalmente um papel importante no mundo da arte contemporânea.

Flash-Galerie Ausstellung Based in Berlin

'A Car Full of Gas', obra do israelense Ariel Schlesinger

Based in Berlin exibe o trabalho de 80 artistas que vivem e trabalham na cidade. As exposições pretendem mostrar toda a diversidade dos trabalhos de arte contemporânea, com pinturas, esculturas, fotografia, vídeo, filme, performances e instalações. Para complementar as exposições, acontecerão também palestras e workshops, com temas como o papel das instituições de arte na cidade, condições de trabalho e produção para os artistas, entre outros.

Curadoria jovem

O evento acontece em cinco diferentes e importantes espaços de arte da cidade, como o Instituto de Arte Contemporânea KW, Galeria Nacional em Hamburger Bahnhof e Berlinische Galerie. A sua sede fica no parque Monbijou, no bairro Mitte, no coração da cidade. O espaço foi cedido pela administração local para ser o centro do evento até sua demolição, em agosto. Ponto positivo para público e artistas, já que o local fica entre os pontos turísticos mais visitados da cidade e no meio de um charmoso parque, onde jovens e turistas se encontram nos dias quentes de verão.

Flash-Galerie Ausstellung Based in Berlin

Jovens artistas de mais de 20 países mostram seu talento

O critério de seleção buscava novos e emergentes artistas baseados em Berlim, que surgiram na cena local nos últimos cinco anos. O evento ofereceu suporte financeiro aos artistas que desenvolveram trabalhos exclusivamente para a mostra, em diálogo com a curadoria. Vindo da Bélgica, Suíça, Alemanha e Estados Unidos, o jovem grupo de curadores visitou, desde novembro de 2010, o estúdio de centenas de artistas que vivem na cidade.

Esses artistas foram descobertos através de pesquisa, mas a seleção também foi aberta a todos que queriam se escrever. Foram avaliados mais de 1250 portfólios antes de os curadores visitarem os artistas. "Queremos criar uma concentração espacial e temporal que seja capaz de condensar as variadas atividades artísticas e torná-las acessíveis ao grande público", declarou a equipe de curadores.

Polêmica política

A ideia inicial era ter um espaço permanente para mostrar a nova cena artística da cidade. O prefeito de Berlim, Klaus Wowereit, era a favor da iniciativa, que foi vetada pela administração da cidade, mas a ideia do evento persistiu. O projeto, ainda com o apoio de Wowereit, tinha o nome de Leistungsschau junger Kunst (mostra de arte jovem, em tradução livre do alemão).

A palavra Leistungsschau desagradou alguns dos artistas e curadores que já estavam envolvidos no projeto, já que a palavra em alemão tem um caráter mais comercial e geralmente é usada em feiras de indústria e agricultura. Foram necessários um novo nome e um conceito para a concretização o projeto, que se tornou um dos maiores eventos de arte do ano na cidade.

Flash-Galerie Ausstellung Based in Berlin

Obras podem ser vistas em cinco pontos da cidade

Com sua locação privilegiada e a intensa cobertura da mídia local, o evento, pelo menos na abertura, atingiu seu objetivo de alcançar o grande público. Mas o resultado disso envolve questões delicadas para artistas e organizadores, como a pergunta: Berlim é capaz de mostrar que tem uma grande produção artística, mas esta grande quantidade estaria gerando também alta qualidade e competitividade internacional?

Apesar das filas, alguns dos trabalhos exibidos no parque Monbijou transitavam no limite do universitário. Esses fatores associados à aversão de palavras como indústria e mercado, e a autoglorificação da cena na cidade bastariam para criar um mercado realmente autossuficiente, onde ser artista é uma profissão e não um passatempo?

Enquanto essas questões ainda procuram respostas, o público pode tirar suas conclusões, visitando as cinco exposições gratuitas em Berlim até o dia 24 de julho.

Autor: Marco Sanchez
Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais