1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Futebol

Barcelona é o primeiro finalista da Liga dos Campeões

Triunfo por 3 a 2 em Munique não é suficiente para o Bayern, que vê time espanhol, com dois gols de Neymar, garantir classificação tranquila para a decisão. Adversário sai do jogo entre Real Madrid e Juventus.

Destino: Berlim. O Barcelona é o primeiro time a ter passagem confirmada para o dia 6 de junho. No Estádio Olímpico da capital alemã, a equipe espanhola vai encarar o Real Madrid ou a Juventus na final da Liga dos Campeões 2015.

Na noite desta terça-feira (12/05), em Munique, o Barça se classificou após perder por 3 a 2 para o Bayern – o jogo de ida havia sido vencido por 3 a 0. Neymar marcou os dois gols do time catalão, ainda na primeira etapa, ambos com passes precisos do uruguaio Luís Suárez.

O jogo

O duelo decisivo pela semifinal da Liga dos Campeões começou movimentado. Precisando do resultado após ter perdido por 3 a 0 a partida de ida, os alemães abriram o placar logo aos seis minutos: Lahm cobrou escanteio na cabeça de Bernatia, que, sozinho, concluiu no canto direito de Stegen, que chegou a tocar na bola, mas não evitou que ela entrasse.

Championsleague Halbfinale 2015 Bayern München gegen FC Barcelona

Benatia, de cabeça, abriu o placar para o Bayern logo aos seis minutos do primeiro tempo.

Guardiola e Luís Enrique mandaram a campo as mesmas escalações da semana passada. Ambos com esquemas semelhantes, defendendo com cinco jogadores no meio e com apenas um atacante na sobra, e atacando com efetivamente outros cinco.

No caso do Barça, Neymar recompunha pela esquerda, e Messi, pela direita – com Suárez centralizado, pegando a sobra para o contra-ataque. Com Neymar e Messi mais recuados, o meio-campo era formado por até cinco jogadores, com Busquets à frente da defesa.

No Bayern, Lahm, pela direita, Xabi Alonso, centralizado à frente da zaga, Schweinsteiger, pela esquerda, com Thiago Alcântara ao lado, tentavam servir Müller — que buscava o jogo um pouco mais à frente, próximo a Lewandowski.

Aos 14 minutos, o Barça empatou em uma grande jogada pela intermediária direita de ataque. Suárez foi lançado por Rakitic, invadiu a área e tocou para Neymar, livre, no meio, empurrar para o gol: 1 a 1. Ducha de água fria nas pretensões bávaras.

Championsleague Halbfinale 2015 Bayern München gegen FC Barcelona

Neymar empatou o jogo aos 14 minutos da etapa inicial, após receber passe de Suárez dentro da área.

Sem desistir, o Bayern tentou o segundo gol com Müller, aos 19, e com Lewandowski, aos 27. Na primeira oportunidade, o atacante alemão cabeceou para ótima defesa do compatriota Stegen. Na segunda, o centroavante polonês recebeu passe dentro da área e bateu de bico, mas fraco, para defesa firme de Stegen.

Aos 29, a verdadeira ducha — de água gelada desta vez. Às costas dos volantes, Suárez recebeu livre novamente, invadiu a área pela direita e tocou para Neymar, mais uma vez livre, dominar e bater forte para fazer 2 a 1 para o Barcelona.

As últimas chances do Bayern na primeira etapa ocorreram aos 38 e aos 39 minutos. Em ambas, Stegen fez ótimas defesas. Primeiramente, com Schweinsteiger, que concluiu com forte cabeçada. Em seguida com Lewandowski, que bateu forte. Stegen espalmou e, depois, tirou a bola sobre a linha.

Segundo tempo

Um pouco truncado, o segundo tempo começou com Pedro no lugar de Suárez no ataque catalão. A fórmula continuou semelhante, com Neymar atuando pelo lado esquerdo, mas com Pedro e Messi revezando posicionamento entre o centro e o lado direito.

Championsleague Halbfinale 2015 Pep Guardiola und Luis Enrique

Guardiola é consolado pelo compatriota e ex-companheiro de clube Luís Enrique.

Na primeira oportunidade clara da etapa final, Lewandowski marcou um golaço e empatou para o Bayern. Aos 13 minutos, ele dominou na entrada da área, driblou Mascherano e bateu forte no canto esquerdo de Stegen, que ficou parado.

A partir de então, o Barcelona abdicou de atacar. Tratou de se defender e esperar o final da partida. O resultado veio aos 28 minutos, quando Müller colocou o Bayern à frente. Schweinsteiger dominou na entrada da grande área e rolou para o companheiro bater no canto.

Ao fim, 3 a 2, apesar da excelente jogada de Neymar e grande oportunidade desperdiçada pelo Barcelona já nos acréscimos, quando o brasileiro passou por Boateng e tocou para Messi, no meio. O argentino, no entanto, não conseguiu alcançar.

Championsleague Halbfinale 2015 Bayern München gegen FC Barcelona

Resignado, Müller, que marcou o terceiro gol do Bayern, assiste à celebração catalã na Allianz Arena.

Ficha técnica:

Bayern de Munique 3 x 2 Barcelona

Local: Allianz Arena, em Munique.

Arbitragem: Mark Clattenburg, auxiliado por Simon Beck e Jake Collin (trio inglês).

Gols: Bernatia (6'/1T), Neymar (14' e 29'/1T), Lewandowski (13'/2T) e Müller (28'/2T).

Cartões amarelos: Rafinha (40'/1T), Thiago Alcântara (45'/1T), Rakitic (18'/2T), Lewandowski (30'/2T), Rode (38'/2T) e Pedro (39'/2T).

Bayern: Neuer; Rafinha, Boateng, Bernatia e Bernat; Lahm (Rode, 22'/2T), Xabi Alonso, Schweinsteiger (Javi Martínez, 41'/2T) e Thiago Alcântara; Müller (Götze, 41'/2T); Lewandowski. Técnico: Pep Guardiola.

Barcelona: Stegen; Daniel Alves, Piqué, Mascherano e Jordi Alba; Rakitic (Mathieu, 26'/2T), Busquets e Iniesta (Xavi, 29'2T); Suárez (Pedro, intervalo), Messi e Neymar. Técnico: Luís Enrique.

Leia mais