1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Brasil

Avião de Eduardo Campos caiu por falha do piloto

Segundo investigações iniciadas há cinco meses, comandante não teria sido treinado para pilotar tipo de aeronave e teria sofrido "desorientação espacial" nos últimos segundos do voo. Não foi encontrada falha técnica.

Um erro do piloto foi a causa do acidente aéreo que matou o ex-candidato à Presidência Eduardo Campos, de acordo com os primeiro resultados de investigações da Aeronáutica. O jornal O Estado de S. Paulo, que teve acesso preliminar ao laudo, apontou nesta sexta-feira (16/01) uma "sequência de falhas" humanas.

Segundo o jornal, o piloto Marcos Martins não havia sido treinado para pilotar aquele tipo de avião, um Cessna 560 XL, e teria operado os aparelhos "em desacordo com as recomendações do fabricante".

Sob mau tempo, Martins sofreu uma "desorientação espacial", ou seja, perdeu a referência do avião em relação ao solo, sem saber em que direção estava voando. Nos últimos segundos do voo, o piloto teria acelerado em potência máxima, pensando estar subindo em vez de descendo.

Eduardo Campos Brasilien 06.08.2014

Eduardo Campos e outros seis ocupantes do avião morreram no acidente

Segundo o laudo citado pelo jornal, não foi encontrado indício de falha técnica. As turbinas estariam em perfeita condição de uso. A caixa-preta não teria gravado as conversas durante o voo simplesmente por não estar ligada.

Campos, o piloto, o copiloto e quatro assessores do ex-candidato do PSB morreram no acidente, ocorrido no dia 13 de agosto de 2014 em Santos. Segundo as investigações da Aeronáutica, a relação entre piloto e copiloto não era boa, aponta O Estado de S. Paulo.

LPF/dpa/lusa

Leia mais