1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Avião alemão com equipamento militar para curdos chega ao Iraque

Cargueiro com 70 toneladas de ítens, que vão desde capacetes, coletes à prova de balas a radiotransmissores, chega à capital da região autônoma do Curdistão. Data do envio de armas pela Alemanha ainda não foi definida.

default

Avião durante carregamento na Alemanha

Um avião cargueiro com equipamento militar alemão destinado aos curdos iraquianos pousou na manhã desta sexta-feira (05/09) em Erbil, no norte do Iraque, disse um porta-voz das Forças Armadas alemãs (Bundeswehr). A transferência da carga às forças curdas foi agendada para o mesmo dia.

O avião teve de fazer escala em Bagdá, onde foi inspecionado pelas autoridades iraquianas, antes de seguir a seu destino final. "Este é um procedimento normal, o governo iraquiano quer verificar se a carga que o governo alemão discriminou em seu relatório realmente corresponde ao material enviado", destaca o tenente-coronel alemão Christoph von Löwenstern, em entrevista à DW.

A aeronave, do tipo Antonov, partiu do aeroporto Leipzig-Halle com cerca de 9.500 ítens militares, incluindo 4 mil coletes à prova de balas, 4 mil capacetes, 700 radiotransmissores e 680 binóculos equipados com visão infravermelha, além de detectores de minas e munição. A carga pesa, ao todo, 70 toneladas.

Treinamento

Hilfsgüter für Kurden im Nordirak verladen

Carga levada pelo avião modelo Antonov inclui 9.500 ítens

O apoio na distribuição do material aos combatentes curdos será fornecido por seis oficiais alemães. Eles não apenas repassarão os equipamentos às mãos das tropas curdas, como também ministrarão um treinamento prévio para que os soldados aprendam a manusear os equipamentos.

"É crucial que ocorra uma transferência com instrução qualificada, para que os soldados também saibam lidar com segurança com o equipamento", disse Löwenstein.

Além dos seis militares alemães presentes em Erbil, poderá ser definido também o envio de outros soldados alemães para treinamento dos curdos. Ainda não está definido quando as primeiras armas serão enviadas pela Alemanha. Löwenstein disse que isso não ocorrerá antes do final de setembro.

O jornalista curdo Zinar Shino, que acompanhou a chegada do avião, mostrou-se aliviado com o envio de ajuda. Ele espera, no entanto, que em breve armas também sejam enviadas para seu país. "Com a ajuda dos países europeus, o Estado Islâmico certamente será detido e rechaçado. Nossos colegas que trabalham lá enviaram imagens terríveis. As tropas curdas e também muitos soldados iraquianos precisam de uma grande quantidade de armas para lutar eficazmente contra o Estado Islâmico."

Leia mais