1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Avalanche nos Alpes mata cinco legionários estrangeiros da França

Vítimas integravam grupo de 50 militares que participavam de um exercício de esqui. Seis ficam feridos, um em estado grave. Operação com helicópteros e cães rastreadores tenta localizar os que ainda estão desaparecidos.

default

Helicóptero é usado para localizar militares desaparecidos após avalanche em Valfréjus, nos Alpes franceses

Cinco legionários estrangeiros da França morreram numa avalanche nesta segunda-feira (18/01) nos Alpes franceses. Outros seis ficaram feridos, e um deles está em tratamento intensivo por hipotermia. As nacionalidades das vítimas ainda não foram divulgadas.

Os legionários faziam parte de um grupo de cerca de 50 militares que participavam de um exercício de esqui nas proximidades do resort de Valfréjus, na região alpina de Savoia, perto da fronteira entre a França e a Itália. Os militares pertencem a um regimento especializado em montanhismo de guerra e baseado em Saint-Christol, no sul da França.

A Legião Estrangeira é uma unidade militar da França criada no século 19, que atrai recrutas de todo o mundo.

Três helicópteros participam de uma operação de busca para tentar localizar as demais vítimas, e as autoridades admitem que seu número pode aumentar. Cães rastreadores também estão sendo utilizados nas buscas.

A avalanche ocorreu numa altitude entre 2.350 e 2.600 metros, por volta das 13h50 (horário local), cinco dias após dois adolescentes franceses e um turista ucraniano morrerem numa avalanche nos Alpes franceses. Os adolescentes faziam parte de um grupo de alunos cujo professor os levou para uma pista de esqui fechada, e que agora é acusado de homicídio por negligência.

AS/lusa/afp

Leia mais