1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Autoridades alemãs pedem que 23 mil moradores evacuem áreas alagadas

Diante de enchente histórica no rio Elba, que está cinco metros acima do nível normal, moradores da cidade de Magdeburg precisam buscar áreas seguras. Forte volume de água pressiona barragens.

As áreas alagadas pelo rio Elba no leste da Alemanha aumentaram drasticamente nas últimas horas, o que levou as autoridades alemãs a pedirem, neste domingo (09/06), que 23 mil moradores da cidade de Magdeburg, capital do estado da Saxônia-Anhalt, abandonem suas casas temporariamente.

No bairro Rothensee, onde há várias indústrias, a situação é mais dramática e a operação de evacuação foi feita às pressas. Três mil moradores foram obrigados a abandonar a localidade. Ao todo, 15 mil pessoas foram evacuadas de áreas do lado oriental do Elba neste domingo.

As chuvas fizeram com que o rio subisse cinco metros acima do seu nível normal, chegando a 7,46 metros. Em agosto de 2002, última grave enchente na região, o nível do rio atingira 6,72 metros. A cheia no Elba já se estende por 40 quilômetros – maior área em extensão já atingida por enchentes na Alemanha.

De acordo com meteorologistas, não há previsão de trégua das chuvas – houve até mesmo fortes trovoadas na Saxônia. O Comitê de Crise calcula que nos próximos dias irá se agravar ainda mais a situação das represas, que começam a ceder à pressão das águas.

Hochwasser Deutschland Magdeburg 09. Juni 2013 Klein Rosenburg Elbe-Saale-Winkel

Volume de água causa danos em represas

Uma barragem localizada no encontro entre os rios Elba e Saale, ao sul de Magdeburg, foi danificada neste domingo. Enormes áreas de terras precisaram ser alagadas para evitar inundações de cidades localizadas nos estados de Saxônia-Anhalt e também de Brandemburgo.

Outras ameaças

Em meio à tragédia, outra ameaça vem preocupando as autoridades: o grupo Germanophobe Flut-Brigade ("Brigada germanofóbica contra enchentes"), até então desconhecido, vem declarando que pretende destruir as represas que contêm a vazão dos rios. O secretário de Assuntos Internos da Saxônia-Anhalt, Holger Stahlknecht, anunciou que elas ficarão sob intensa vigilância tanto por terra quanto pelo ar.

Hochwasser Deutschland Magdeburg 09. Juni 2013 Soldaten

Soldados tentam conter as águas em Magdeburg

Na próxima quinta-feira, governadores participarão de um encontro em Berlim com a chanceler federal alemã, Angela Merkel, para fazer um balanço dos prejuízos das inundações. Merkel quer definir novas ofertas de ajuda às áreas atingidas. A chanceler federal alemã elogiou a solidariedade da população disposta a ajudar no socorro às vítimas e prometeu ajuda para reerguer o que foi destruído pelas chuvas. Cerca de 11 mil soldados ajudaram equipes da defesa civil e moradores a enfrentar as enchentes neste fim de semana.

O presidente alemão, Joachim Gauck, visitou vítimas na cidade de Halle an der Saale neste domingo. "Não dá para imaginar tudo o que precisa ser feito por ali", afirmou Gauck, que também participou de um culto religioso. O presidente tentou motivar moradores e pessoas engajadas na ajuda às vítimas. "Como já comprovamos em 2002, nós conseguiremos superar essa situação", disse o presidente, fazendo uma referência às graves inundações de 11 anos atrás.

MSB/rtr/dpa/afp

Leia mais