1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Autor de chacina na França era solitário e depressivo

Atirador havia pedido ajuda ao psiquiatra para morrer.

default

O crime foi cometido no segundo andar da Câmara Municipal

Solidão e depressão podem ter sido os motivos que levaram o francês Richard Durn, de 33 anos, a matar oito pessoas e ferir 19 gravemente, na noite de terça feira, em Nanterre, na periferia de Paris. Sua mãe disse acreditar que "ele quis matar, porque vivia muito sozinho".

Ela descreveu o filho como "pessoa solitária, depressiva", que há mais de uma década vinha recebendo tratamento psiquiátrico. Ele não tinha amigos, estava desempregado e já havia dito várias vezes, que queria matar alguém. Em sua primeira consulta médica, em 1990, pedira ao psiquiatra, que o ajudasse a morrer.

"Louco" - Em seu depoimento, Durn disse que quisera existir pela última vez, ao assassinar muitas pessoas. De acordo com informações da polícia, há quatro anos ele ameaçara funcionários de um centro de ajuda psiquiátrica com uma arma. A instituição, porém, não o havia denunciado. Sócio de um clube de caça e tiro, Durn havia comprado legalmente o fuzil automático usado no crime.

Richard Durn, que morava com a mãe, esperou pacientemente, durante seis horas, o fim de uma reunião da Câmara de Vereadores para provocar a chacina. Segundo o promotor público Yves Bot, ele planejou o crime e agiu de forma "metódica e decidida". "Foi o ato de um louco", disse o primeiro-ministro francês, Lionel Jospin. Para averiguar sua culpabilidade, Durn será examinado por psiquiatras nesta quinta-feira.

  • Data 27.03.2002
  • Autoria (gh)
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente http://p.dw.com/p/22Lp
  • Data 27.03.2002
  • Autoria (gh)
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente http://p.dw.com/p/22Lp