Aumenta rejeição ao governo Temer, afirma CNT/MDA | Notícias e análises sobre os fatos mais relevantes do Brasil | DW | 15.02.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Brasil

Aumenta rejeição ao governo Temer, afirma CNT/MDA

Pesquisa afirma que apenas 10,3% avaliam positivamente o governo do presidente Michel Temer, enquanto 44,1% o consideram "ruim" ou "péssimo".

A reprovação do desempenho pessoal de Temer na presidência aumentou de 51,4% em outubro para 62,4% em fevereiro

A reprovação do desempenho pessoal de Temer na presidência aumentou de 51,4% em outubro para 62,4% em fevereiro

Pesquisa divulgada nesta quarta-feira (15/02) pelo instituto MDA, encomendada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), afirma que apenas 10,3% dos brasileiros avaliam positivamente o governo do presidente Michel Temer. Em outubro, o percentual era de 14,6%.

Entre os entrevistados, 44,1% consideram o governo de Temer "ruim" ou "péssimo", em comparação aos 36,7% do levantamento realizado pela MDA em outubro.

Para 38,9%, o governo é regular, e 6,7% não responderam ou não souberam opinar. Na pesquisa divulgada em outubro passado, os que consideravam o governo regular somavam 36,1%, e 12,6% não opinaram.

A reprovação do desempenho pessoal de Temer na presidência aumentou de 51,4% em outubro para 62,4% em fevereiro. Outros 24,4% aprovam o desempenho, e 13,2% não souberam opinar. O levantamento anterior indicava 31,7% de aprovação.

A MDA entrevistou 2.002 pessoas entre 7 e 11 de fevereiro em 138 municípios de 25 estados brasileiros nas 5 regiões do país. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais.

RC/abr/rtr   

Leia mais