1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

América Latina

Aumenta para 13 o número de mortos em terremoto no Chile

Cinco pessoas continuam desaparecidas dois dias depois de tremor que provocou ondas de mais de 4 metros na costa chilena. Governo declara estado de emergência em Coquimbo.

Pelo menos 13 pessoas morrem em consequência do

terremoto de magnitude 8,3 na escala Richter

, que atingiu o Chile, anunciaram nesta sexta-feira (18/09) as autoridades chilenas. Cinco pessoas continuam desaparecidas no país.

O governo declarou ainda estado de emergência na região de Coquimbo, uma das mais afetadas pelo tremor. Ondas de mais de 4,5 metros atingiram a costa e carregaram barcos e contêineres pelas ruas alagadas do município.

Mais de 49 mil famílias continuam sem energia elétrica e 9 mil estão sem acesso à água potável na região. O terremoto que teve seu epicentro a 25 metros de profundidade e a uma distância de 229 quilômetros da capital, Santiago, foi o mais forte já registrado no mundo neste ano.

Para evitar saques, soldados patrulharam as ruas da cidade costeira depois que o governo declarou estado de emergência. Nesta sexta-feira, os moradores começaram a reconstruir suas casas em Coquimbo.

O país continua enfrentando réplicas do tremor. Segundo o Centro Nacional Sismológico da Universidade do Chile, mais de 60 réplicas, de magnitudes entre 3 e 6 na escala Richter, foram registradas somente nesta sexta-feira. Desde o dia do terremoto, foram mais de 200.

CN/efe/dpa/rtr

Leia mais