1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Aumenta o número de imigrantes na Alemanha

Nos seis primeiros meses de 2014, imigração cresce 20% em relação ao mesmo período do ano anterior. Maioria dos 677 mil estrangeiros que chegaram ao país vem da Romênia, da Polônia e da Bulgária.

O número de imigrantes registrados na Alemanha aumentou significativamente no ano passado, divulgou o Departamento Federal de Estatísticas da Alemanha (Destatis) nesta quinta-feira (19/02). Na primeira metade de 2014, 667 mil pessoas emigraram para o país, 112 mil ou 20% a mais do que no mesmo período do ano anterior.

Ao mesmo tempo, 427 mil pessoas deixaram Alemanha nos primeiros seis meses de 2014, 22% a mais do que em 2013. Ou seja, mais pessoas entraram do que saíram do país, mais precisamente 240 mil a mais.

O relatório publicado pelo Destatis aponta que a maioria dos imigrantes veio da Romênia (98 mil), Polônia (96 mil) e Bulgária (38 mil). Da Croácia, membro da União Europeia (UE) desde 2013, vieram outras 21 mil pessoas, 202% a mais do que no ano anterior.

O Destatis afirma que o grande aumento no número de imigrantes provenientes da Romênia e da Bulgária se explica pela liberdade total de movimento na UE, concedida aos trabalhadores do país no início de 2014.

A chegada de imigrantes da África também aumentou 51%, e da Ásia, 37%. A guerra civil na Síria resultou num aumento de 242% no fluxo de imigrantes do país, com 22 mil sírios chegando à Alemanha.

Aumento das deportações

Também nesta quinta-feira, o jornal alemão Neue Osnabrücker noticiou que, no ano passado, a Alemanha realizou o maior número de deportações dos últimos oito anos, com um total de 10.884 deportados.

Em 2014, o país também recebeu o maior fluxo de refugiados desde o início dos anos 1990. No total, mais de 202 mil pessoas pediram asilo no país, cerca de 60% a mais do que no ano anterior. O Departamento Federal de Migração e Refugiados estima que o número aumente em cerca de 50% em 2015, com 300 mil requerentes de asilo.

RC/dpa/epd

Leia mais