1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Atiradores abrem fogo na Califórnia

Ataque em instituição para pessoas com deficiência no desenvolvimento deixa pelo menos 14 mortos e 17 feridos. Dois atiradores são mortos pela polícia que ainda busca terceiro suspeito.

Pelo menos 14 pessoas morreram e 17 ficaram feridas durante um ataque de atiradores nesta quarta-feira (02/12) na cidade de San Bernardino, na Califórnia. Dois atiradores, um homem e uma mulher, foram mortos em um cerco da polícia.

O ataque ocorreu no Inland Regional Center, uma instituição para pessoas com deficiência no desenvolvimento, afirmou a porta-voz do Departamento de Serviços de Desenvolvimento da Califórnia, Nancy Lungren, que acrescentou que o centro é um dos maiores do estado.

A polícia acredita que três pessoas participaram dos ataques e está vasculhando uma área residencial do município, em busca do terceiro suspeito. A operação já dura mais de quatro horas. Um policial ficou ferido durante a ação.

De acordo com o chefe da polícia local, Jarrod Burguan, os atiradores usavam roupas militares e portavam fuzis. Equipes da polícia, de operações especiais e do FBI foram enviadas para a região.

Autoridades ainda não divulgaram o motivo do ataque ou confirmaram se o atentado tem alguma relação com o terrorismo internacional. "Até o momento não temos informações de relação com terrorismo, no sentido tradicional", disse Burguan.

O governo da Califórnia, Jerry Brown, disse que o tiroteio foi um ataque brutal e afirmou que o estado "não poupará esforços" para levar os autores do atentado à Justiça.

San Bernardino tem cerca de 200 mil habitantes e fica a 96 quilômetros ao leste de Los Angeles.

CN/rtr/afp

Leia mais