Atirador mata prefeita e duas jornalistas na Finlândia | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 04.12.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Atirador mata prefeita e duas jornalistas na Finlândia

As três mulheres foram assassinadas por um homem armado ao saírem de um restaurante. Aparentemente, o agressor agiu sozinho e pode ter escolhido as vítimas aleatoriamente, diz polícia.

As três mulheres foram mortas ao sair de um restaurante, diz polícia

As três mulheres foram mortas ao sair de um restaurante, diz polícia

A prefeita da cidade de Imatra, no sudeste da Finlândia, foi morta a tiros junto a duas jornalistas em frente a um restaurante, informou a polícia neste domingo (04/12).

As três mulheres foram assassinadas na noite de sábado, ao saírem do restaurante, por um homem portando uma arma, afirmou a agência de notícias STT, citando a polícia.

O suspeito, de 23 anos, foi preso, mas seu interrogatório no domingo não forneceu pistas para o motivo do crime. Ele já havia sido condenado por crimes violentos, informaram os policiais, explicando que não se descarta a possibilidade de ele ter escolhido as três vítimas aleatoriamente.

Aparentemente, o jovem agiu sozinho, e outros suspeitos ligados ao crime não estão sendo procurados, informou a agência de notícias. Não há informações sobre as identidades das duas jornalistas.

A pequena cidade de Imatra tem 27,5 mil habitantes e fica próxima à fronteira com a Rússia. Em comparação com outros países europeus, a Finlândia apresenta uma baixa taxa de criminalidade. No entanto, os finlandeses apreciam muito a caça, possuindo muitas armas.

De acordo com o estudo sobre armas de fogo Small Arms Survey, os finlandeses ocupam o quarto lugar no ranking dos civis mais armados, depois dos americanos, iemenitas e suíços.

CA/dpa/afp

Leia mais