1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Atirador dos ataques de Mumbai em 2008 é enforcado

O governo da Índia executou Ajmal Kasab, o único atirador sobrevivente dos ataques de Mumbai, em que terroristas atacaram alvos múltiplos, incluindo a principal estação de trem, restaurantes e hotéis.

Um tribunal indiano sentenciou Kasab à morte em 2010, após julgá-lo culpado por travar uma guerra contra a Índia, assassinato e atos de terrorismo. Ele apelou à Suprema Corte, alegando que não teria recebido um julgamento justo, mas em agosto, o pedido foi negado.

Em 5 de novembro, o presidente da Índia rejeitou o pedido de clemência de Kasab. Há dois dias ele foi transferido de Mumbai para a prisão de Yervada, na cidade de Pune, 100 quilômetros a sudeste da capital Indiana.

O ministro do Interior, Sushil Kumar Shinde, confirmou em Nova Délhi a execução. "O governo do Paquistão já foi informado do enforcamento", declarou Shinde.

Um total de 166 pessoas morreram nos ataques que duraram três dias em Mumbai, realizados por 10 atiradores. As forças de segurança mataram nove deles. A Índia declarou que os terroristas chegaram pelo mar, vindos do Paquistão, e foram treinados pelo grupo militante Lashkar-e-Taiba.

Kasab foi mantido em uma cela de alta segurança em Mumbai por três anos. O seu enforcamento nesta quarta-feira (21/11) acontece pouco antes do quarto aniversário do ataque, que teve início na noite de 26 e foi até 29 de novembro.

RO/afp/rtr/ap/dpa
Revisão: Francis França

Leia mais