1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Atentados matam mais de 40 na Nigéria

Ataques têm como alvo mesquita e restaurante na região central do país. Em uma semana, mais de 260 pessoas morreram em explosões no país, pressionando presidente a agir contra extremistas do Boko Haram.

default

Ninguém reivindicou autoria dos ataques, mas Jos já foi alvo do Boko Haram anteriormente

Um duplo atentado a um restaurante e a uma mesquita na cidade de Jos, na região central da Nigéria, deixou pelo menos 44 mortos, informaram as autoridades locais nesta segunda-feira (06/07).

De acordo com um porta-voz da Agência de Gerenciamento de Emergência Nacional, 23 pessoas morreram num ataque suicida no restaurante e 21 após a explosão de uma granada diante da mesquita. Outras 47 pessoas ficaram feridas nos ataques, realizados com minutos de diferença na noite de domingo.

Até o momento, ninguém reivindicou a autoria dos atentados. No entanto, as investidas ocorreram após uma onda de ataques atribuídos aos militantes do grupo Boko Haram. Jos, no nordeste, já foi alvo da organização terrorista antes.

Segundo a agência de notícias AFP, somente neste mês, 267 pessoas morreram em explosões e ataques suicidas no país, incluindo os 44 mortos de domingo. Desde 29 de maio, quando Muhammadu Buhari assumiu a presidência da Nigéria, foram 524 mortos.

Buhari, ex-general do Exército, prometeu acabar com os radicais do Boko Haram e tem em vista o emprego de uma ampla força regional no fim deste mês. Entretanto, com o número de ataques e mortos aumentando e os militares aparentemente incapazes de evitar ataques a civis, o presidente está sob pressão para agir rapidamente.

LPF/rtr/afp

Leia mais