1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Atentado suicida mata dezenas no Paquistão

Ataque a bomba em parque da cidade de Lahore, na província de Punjab, deixa ao menos 65 mortos e mais de 300 feridos, sendo que as vítimas são principalmente mulheres e crianças. Facção do Talibã assume autoria.

Pelo menos 65 pessoas morreram e mais de 300 ficaram feridas em um ataque suicida realizado neste domingo (27/03) em um parque público na cidade de Lahore, capital do Punjab, no leste do Paquistão. Uma facção do Talibã assumiu a autoria do atentado.

A maioria dos mortos e feridos é formada por mulheres e crianças, de acordo com autoridades locais. "Um suicida explodiu as bombas que portava no parque Gulshan Iqbal, nas proximidades de uma área infantil do parque, por volta das 19 horas [locais]", afirmou o porta-voz da polícia da região, Mohamed Salim.

De acordo com o chefe da polícia, Haider Ashraf, a explosão ocorreu próxima a um carrossel infantil. A área, segundo ele, estava cheia de cristãos que celebravam a Páscoa. Com o atentado, o governo fechou todos os parques públicos da cidade e as principais áreas comerciais.

O porta-voz dos serviços de resgate da cidade, Jam Sajjad, afirmou à agência de notícias Efe que o parque tem uma grande extensão, com uma área de atividades para crianças. E, no momento da explosão, o local estava cheio de famílias que vão ao lugar passar a tarde nos finais de semana.

Pakistan Lahore Bombenanschlag in Vergüngungspark

Segundo autoridade paquistanesa, a bomba explodiu próxima a um carrossel infantil

Talibã reivindica autoria

A facção do Talibã Jamaat-ul-Ahrar afirmou que foi a responsável pelo ataque a bomba suicida, e acrescentou que o alvo foi a minoria cristã do país, majoritariamente muçulmano.

"O alvo foram os cristãos", frisou um porta-voz da facção, Ehsanullah Ehsan. "Nós quisemos mandar essa mensagem para o primeiro-ministro Nawaz Sharif de que nós entramos em Lahore. Ele pode fazer o que quiser, mas não será capaz de nos parar. Nossos homens-bomba vão continuar com esses ataques."

O governo da província de Punjab, em que Lahore é a capital, afirmou em sua conta no Twitter que foi declarado estado de emergência em todos os hospitais da cidade, e anunciou ainda três dias de luto oficial.

Em meados de março, 15 pessoas morreram e 30 ficaram feridas em um atentado a bomba contra um ônibus em que estavam viajando funcionários do governo da cidade de Peshawar, no noroeste do país.

Apesar dos ataques, os atentados do Talibã se reduziram depois do início de uma operação militar em regiões tribais desde 2014. Até agora, o Exército já matou cerca de 3.500 insurgentes.

FC/rtr/efe/afp

Leia mais