1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Atentado suicida contra estrangeiros mata ao menos 12 pessoas em Cabul

Suicida conduz carro carregado de explosivos contra uma van que transportava um grupo de sul-africanos. Organização insurgente assume autoria do ataque e diz que ele foi cometido por uma mulher.

default

Afghanistan Kabul Selbstmordattentat 18.09.2012

Um ataque suicida cometido por uma mulher causou a morte de ao menos 12 pessoas na manhã desta terça-feira (18/09) perto do aeroporto internacional de Cabul. Oito das vítimas era sul-africanos, afirmou o Ministério do Exterior da África do Sul mais tarde.

Antes, o chefe da polícia de Cabul, Mohammad Ayub Salangi, dissera que um ataque que teve como alvo uma van que transportava estrangeiros causou um grande número de vítimas. Elas seriam funcionários de uma empresa de aviação, informação que foi confirmada pelo ministério sul-africano.

O ataque ocorreu numa rodovia que leva ao aeroporto de Cabul. O suicida conduziu seu carro, carregado de explosivos, contra a van que transportava os estrangeiros.

A autoria do atentado foi reivindicada pelo grupo de insurgentes Hezb-e-Islami, que disse se tratar de uma vingança pelo polêmico filme que ridiculariza o profeta Maomé. Segundo um porta-voz, uma mulher de 22 anos chamada Fátima é a autora do atentado.

O Hezb-i-Islami não costuma assumir a autoria de atentados. Além disso, ataques suicidas raramente são executados por mulheres.

A ação desta terça-feira na capital afegã continua uma série de violentos atentados em países muçulmanos contra o filme anti-islâmico.

Um trailer do vídeo feito nos Estados Unidos tem circulado pela internet e mostra o profeta Maomé como mulherengo, homossexual e pedófilo.

RO/ap/lusa/afp
Revisão: Alexandre Schossler

Leia mais